Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Manoel Alves Tojal

O Dr. Manoel Alves Tojal nasceu em Penedo, no Estado de Alagoas. Filho de Francisco Alves e de D. Maria Angélica do Sacramento.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1857, defendendo a tese intitulada “Do ar atmosférico”.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1862, apresentando a Memória intitulada “Diagnóstico das fraturas e o tratamento das mesmas”.

Escreveu diversos livros em sua área como “Do Ar Atmosférico”; “Da Temperatura Animal no Estado Patológico e Fisiológico”; “Quais os Casos que Requerem Operação de Catarata e Qual o Melhor Método de a Praticar”; “Diagnóstico das Fraturas” e “Breves Considerações Sobre o Cólera em Paris”.

Serviu seu país durante a Guerra do Paraguai como 1º Cirurgião do Corpo de Saúde do Exército em 1864, porém, durante a campanha perdeu a vida vindo a falecer em 21 de julho de 1867 no Paraguai.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 97

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 22/09/1862

Posse: 29/08/1864

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 21/07/1867

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 97

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 22/09/1862

Posse: 29/08/1864

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 21/07/1867

O Dr. Manoel Alves Tojal nasceu em Penedo, no Estado de Alagoas. Filho de Francisco Alves e de D. Maria Angélica do Sacramento.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1857, defendendo a tese intitulada “Do ar atmosférico”.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1862, apresentando a Memória intitulada “Diagnóstico das fraturas e o tratamento das mesmas”.

Escreveu diversos livros em sua área como “Do Ar Atmosférico”; “Da Temperatura Animal no Estado Patológico e Fisiológico”; “Quais os Casos que Requerem Operação de Catarata e Qual o Melhor Método de a Praticar”; “Diagnóstico das Fraturas” e “Breves Considerações Sobre o Cólera em Paris”.

Serviu seu país durante a Guerra do Paraguai como 1º Cirurgião do Corpo de Saúde do Exército em 1864, porém, durante a campanha perdeu a vida vindo a falecer em 21 de julho de 1867 no Paraguai.