Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Olympio Oliveira Ribeiro da Fonseca

Presidente da Academia Nacional de Medicina 1961 a 1963

O Dr. Olympio Oliveira Ribeiro da Fonseca nasceu no Rio de Janeiro no dia 07 de maio de 1895. Filho do Dr. Olympio Arthur Ribeiro da Fonseca que foi Secretário Geral e, depois, Secretário Perpétuo da Academia Nacional de Medicina, e de D. Elisa Oliveira Ribeiro da Fonseca.

Graduou-se em Microbiologia e Zoologia Médica pelo Curso de Aplicação do Instituto Oswaldo Cruz e doutorou-se em Medicina pela Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil em 1915, apresentando a tese “Estudos sobre os flagelados parasitos”.

Ele foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 21 de junho de 1928 e tornou-se Emérito em 1960. Ocupou vários cargos na Diretoria e foi Presidente entre1961 e 1963.

O Dr. Olympio da Fonseca foi Professor Catedrático de Biologia Geral da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade do Estado da Guanabara, Professor Catedrático de Parasitologia da Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (atual UFRJ), Diretor do Instituto Oswaldo Cruz, Diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundador e Presidente da Sociedade Brasileira de Biologia.

Além disso, foi Presidente de Honra e Perpétuo da Sociedade Franco-Brasileira de Medicina, Presidente da Sociedade Médica da Língua Portuguesa, Membro Titular e Presidente da Sociedade Brasileira da História da Ciência, Membro da Academia Brasileira de Ciências, , Membro Honorário da Academia Brasileira de Medicina Militar, da Academia Francesa de Microbiologia, da Academia Real de Medicina da Bélgica, da Sociedade Micológica da França, da Sociedade Francesa de Microbiologia, da Sociedade de Microbiólogos Espanhóis, da Sociedade Belga de Medicina Tropical.

Medalha da Legião de Honra (França), Grã-Cruz da Ordem do Mérito Médico, Comendador da Ordem do Mérito Militar, da Ordem de Daneborg (Dinamarca), da Ordem Nacional de Saúde Pública (França), Medalha Naval de Serviços Distintos (Brasil), medalha da Ordem Nacional do Mérito do Paraguai, Presidente Somoza e Miguel Larreinaga (Nicarágua). Além de Membro correspondente de Academias e Sociedades de Medicina de Buenos Aires, Caracas, Paris, Londres, França, Argentina Alemanha e Equador.

O Dr. Fonseca faleceu de mal súbito em 10 de abril de 1978.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 316

Cadeira: 43 - Francisco Freire Allemão de Cisneiros

Membro: Emérito

Secção: Medicina

Eleição: 24/05/1928

Posse: 21/06/1928

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Carlos Pinto Seidl

Emerência: 03/11/1960

Antecessor: José Luiz Sayão de Bulhões Carvalho

Falecimento: 19/04/1978

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 316

Cadeira: 43 - Francisco Freire Allemão de Cisneiros

Membro: Emérito

Secção: Medicina

Eleição: 24/05/1928

Posse: 21/06/1928

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Carlos Pinto Seidl

Emerência: 03/11/1960

Antecessor: José Luiz Sayão de Bulhões Carvalho

Falecimento: 19/04/1978

Presidente da Academia Nacional de Medicina 1961 a 1963

O Dr. Olympio Oliveira Ribeiro da Fonseca nasceu no Rio de Janeiro no dia 07 de maio de 1895. Filho do Dr. Olympio Arthur Ribeiro da Fonseca que foi Secretário Geral e, depois, Secretário Perpétuo da Academia Nacional de Medicina, e de D. Elisa Oliveira Ribeiro da Fonseca.

Graduou-se em Microbiologia e Zoologia Médica pelo Curso de Aplicação do Instituto Oswaldo Cruz e doutorou-se em Medicina pela Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil em 1915, apresentando a tese “Estudos sobre os flagelados parasitos”.

Ele foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 21 de junho de 1928 e tornou-se Emérito em 1960. Ocupou vários cargos na Diretoria e foi Presidente entre1961 e 1963.

O Dr. Olympio da Fonseca foi Professor Catedrático de Biologia Geral da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade do Estado da Guanabara, Professor Catedrático de Parasitologia da Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (atual UFRJ), Diretor do Instituto Oswaldo Cruz, Diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundador e Presidente da Sociedade Brasileira de Biologia.

Além disso, foi Presidente de Honra e Perpétuo da Sociedade Franco-Brasileira de Medicina, Presidente da Sociedade Médica da Língua Portuguesa, Membro Titular e Presidente da Sociedade Brasileira da História da Ciência, Membro da Academia Brasileira de Ciências, , Membro Honorário da Academia Brasileira de Medicina Militar, da Academia Francesa de Microbiologia, da Academia Real de Medicina da Bélgica, da Sociedade Micológica da França, da Sociedade Francesa de Microbiologia, da Sociedade de Microbiólogos Espanhóis, da Sociedade Belga de Medicina Tropical.

Medalha da Legião de Honra (França), Grã-Cruz da Ordem do Mérito Médico, Comendador da Ordem do Mérito Militar, da Ordem de Daneborg (Dinamarca), da Ordem Nacional de Saúde Pública (França), Medalha Naval de Serviços Distintos (Brasil), medalha da Ordem Nacional do Mérito do Paraguai, Presidente Somoza e Miguel Larreinaga (Nicarágua). Além de Membro correspondente de Academias e Sociedades de Medicina de Buenos Aires, Caracas, Paris, Londres, França, Argentina Alemanha e Equador.

O Dr. Fonseca faleceu de mal súbito em 10 de abril de 1978.