Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EnglishPortuguêsEspañol

Estratégias brasileiras para vacinas

Nesta quinta-feira, dia 11 de março, a Academia Nacional de Medicina (ANM) promove simpósio sobre as Estratégias brasileiras para a produção de vacinas.

Entre os convidados, o acadêmico da ANM e pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Marcelo Marcos Morales, atualmente como Secretário de Políticas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Morales falará sobre os avanços das pesquisas desenvolvidas no âmbito da RedeVírus do MCTI, principalmente às relacionadas ao desenvolvimento de vacinas. São 15 estratégias nacionais de vacinas que receberam um investimento de R$ 26 milhões do Ministério. Dessas estratégias, três são contra a covid-19 e estão em testes de animais.

O acadêmico Jerson Lima Silva, também pesquisador na UFRJ e presidente da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do  Estado do Rio de Janeiro, Jerson Lima Silva, será outro dos convidados. Lima Silva falará dos investimentos das Fundações de Amparo à Pesquisa e, especialmente, dos editais lançados pela agência fluminense e quais estão nos planos para 2021, focado em vacinas.

Na agenda,  ainda palestra do professor Ricardo Gazinnelli, que apresentará a produção de lotes BPF para os ensaios clínicos de vacinas para covid-19 e doenças negligenciadas. E da Anvisa, Gustavo Mendes Lima Santos, contará qual é a situação atual para registro de vacinas: o caso covid-19.

A experiência do Instituto Vital Brazil na produção de imunobiológicos será abordado pelo presidente da instituição, Átila Torres de Castro; e o vice-presidente de Produção e Inovação da Fiocruz, Marco Krieger, falará sobre como andam as estratégias de produção de vacinas pela instituição.

O evento, que começará às 15:00, é coordenado pelo presidente da ANM, Rubens Belfort Jr., e será transmitido via Facebook Live/acadnacmed e pela plataforma zoom/anmbr.

Serviço:
Dia: 11/3/2021
Horário:15:00 às 18:00
Local: Facebook/acadnacmed e zoom/anmbr

‘Vacina Salva’: campanha é lançada na ANM

Iniciativa tem o objetivo de gerar conscientização sobre o papel da vacina na saúde pública.

Nesta quinta-feira, 4 de março, acontece o lançamento oficial da campanha Vacina Salva (#VacinaSalva), uma iniciativa da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) em parceria com instituições científicas. Foram convidadas a Academia Nacional de Medicina (ANM), Academia Brasileira de Ciências (ABC), Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil (ACFB) e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). 

A proposta da campanha é gerar conscientização sobre a importância da vacinação, sobretudo no cenário da pandemia da covid-19, evidenciando o papel da vacina na erradicação de doenças e na saúde coletiva.

O presidente nacional da Abap, Mario D’Andrea, conta que as peças publicitárias fazem uma defesa da vacinação em massa para combater a covid-19 e serão veiculadas na internet, TVs e rádios de todo país. O enxoval conta com um filme de 1 minuto e 30 segundos, spots de rádio e placas de rua (OOH). Segundo ele, a Abap, como uma das entidades mais importantes da comunicação brasileira, tem como missão fundamental combater as fakes news

–     Neste momento, em que novas variantes da covid aparecem, as vacinas escasseiam e aumenta o número diário de infectados e mortes, a resposta solidária é o caminho para o controle da pandemia e a segurança da população: “o cada um por si” deve ser substituído pelo “cada um por todos”. A covid-19 e suas variantes serão vencidas com o uso de máscaras, o distanciamento social e a vacinação em massa, destaca o presidente da ABC, Luiz Davidovich. 

O pesquisador Ildeu de Castro Moreira, presidente da SBPC, ressalta que “a vacinação é hoje a forma mais eficaz de combater doenças, por isso, vamos fazer uma retrospectiva histórica para ressaltar o que ela significa para a saúde do Brasil e do mundo ao longo de décadas. Esta iniciativa é muito importante para estimular a vacinação e para mostrar que ela é de suma importância no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. É muito gratificante para a SBPC se unir a entidades de setores fundamentais da comunidade científica e da saúde preocupadas com o esclarecimento da população.” O presidente da Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil, Acácio Alves de Souza Lima Filho, reforça a mensagem, lembrando que vacinas tornam o mundo melhor porque reúnem o conhecimento das Ciências em benefício da Humanidade. 

O lançamento ocorre durante a sessão virtual, promovida pela Academia Nacional de Medicina, aberta ao público, e intitulada “Frente à covid: a resposta solidária da sociedade brasileira”, na qual o presidente da ANM, Rubens Belfort Jr, fará uma homenagem a instituições e personalidades que tiveram uma atuação de destaque no enfrentamento da pandemia. Segundo ele, a pandemia estimulou a solidariedade e os bons exemplos devem ser difundidos e perpetuados em nosso país.

Entre os homenageados, a Fundação Lemann e a iniciativa do Fundo de Apoio à Aprendizagem; o consórcio de veículos de mídia no levantamento de dados diários sobre o número de casos e óbitos em decorrência da covid, representado pela Folha de São Paulo; o Itaú com o Instituto Todos pela Saúde, além da Fiocruz e do Butantan.

Serviço

Webhall “Frente à covid: a resposta solidária da sociedade brasileira”

Data: 4 de março

Horário: 18h às 20h

Local: Facebook (http://facebook.com/acadnacmed) e Zoom (http://acknetworks.zoom.us/anmbr)

Programação veja na agenda das sessões científicas em https://www.anm.org.br/frente-a-covid-a-resposta-solidaria-da-sociedade-brasileira/.

Para melhorar sua experiência de navegação, utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.