Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Academia Nacional de Medicina celebra o Dia do Médico

17/10/2019

Seguindo com a honrosa tradição anual em homenagem ao dia do médico, a ANM aborda a humanidade dentro da medicina e o que esta significa, para os profissionais de saúde e para seus pacientes. O Presidente da ANM, Acad. Jorge Alberto Costa e Silva faz uma breve abertura do simpósio, passando a palavra para os organizadores, que ambos proferem agradecimentos breves aos presentes.

O Acadêmico José de Jesus Camargo abre a sessão com um belíssimo discurso proferido pelo mesmo dentro de um tempo de 20 minutos, onde expõe uma ideia por minuto em relação a medicina, na formação do médico e o papel do uso da humanidade pelo médico.

Seguido pelo Acadêmico Aníbal Gil Lopes, fala sobre “O médico reencontrando a sua identidade”, que descreve a reflexão do simulacro, construindo noções que se afastam da verdade e são tomadas como corretas, relacionando-o com a jornada da identidade do médico.

Dando prosseguimento, o Acadêmico José Galvão Alves profere sobre “O Médico, seus pacientes e familiares”, refletindo sobre a busca do relacionamento ideal entre os três, sendo insubstituíveis, únicas e o modo que o médico conduz a relação com os dois. Ele faz lembrança ao professor Rocco, como transformava seu local de trabalho num ambiente de afetividade para os pacientes e para a equipe de saúde, tornando-o um exemplo.

Na sequência, o Acadêmico Ricardo Cruz aborda o tema “O médico e os demais profissionais de saúde”, trazendo foco a necessidade da multidisciplinaridade dentro do tratamento médico, sendo uma resposta para reinvindicação na medida em que os grandes problemas da época não podem ser resolvidos por uma única disciplina ou área do saber; propõe a intercomunicação entre as disciplinas de modo em que resulte em uma modificação entre elas, sem eliminá-las ou diminuir a importância de cada uma. Ainda fala do trabalho interdisciplinar, integrando a atuação de diversos profissionais de saúde.

A celebração do Dia do Médico (18 de outubro) foi lembrada na ANM com importante Simpósio

O Marcelo Marcos Morales, Secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas, ministra a próxima palestra “Políticas para Formação e Ações Estratégicas em CT&I: Ações em Ciências Humanas e Sociais”, explicando de forma breve a infraestrutura da SEFAE e como a separou em programas, para simplificar o processo. Ele destaca a parceria com o CGE para o diagnóstico de ciências humanas e sociais, além do EPISUS.

Após as apresentações do simpósio houve uma breve sessão de debates da mesa em relação ao simpósio como um todo. O Ex-Presidente Acadêmico Pietro Novellino contempla a literatura que fala sobre o humanismo na medicina, desde os tempos gregos até os dias atuais. Em seguida, o Acadêmico Mario Correia fala sobre a formação do médico no Brasil e a importância do lado mais humano e carismático do médico, como o médico deve ser um especialista não somente na sua área de expertise, mas em pessoas.

Encerrando o simpósio da tarde, o Presidente abre a palavra ao debate para os Acadêmicos, que durantes alguns minutos fazem elogios e lembretes em relação as exposições feitas durante o simpósio, sempre dando luz a importância da necessidade da humanização do médico em relação ao paciente e como uma simples ação pode impactar no tratamento do paciente.