Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Academia Nacional de Medicina promove debate sobre o Ensino Médico, o Programa Mais Médicos e o Programa Mais Especialistas

04/09/2015

A Academia Nacional de Medicina (ANM) promoveu, dia 03 de setembro, um Simpósio sobre Ensino Médico, o Programa Mais Médicos e o Programa Mais Especialistas. O Presidente da ANM, Acadêmico Francisco Sampaio, afirmou que a ideia foi, além de discutir o assunto e propor sugestões, dar oportunidade de que, na Academia, os dois lados da discussão pudessem expor suas ideias e argumentos.

O encontro reuniu representantes da Associação Médica Brasileira (AMB), da Comissão Nacional de Residência Médica, além do presidente da ANM, Francisco Sampaio, o presidente da AMB, Florentino Cardoso, o representante do Ministério da Saúde, Francisco Eduardo de Campos (UMA-SUS), e os Acadêmicos José Gomes Temporão (ex-ministro da Saúde), José Luiz Amaral (ex-presidente da AMB) e Paulo Buss, sanitarista e ex-Presidente da Fiocruz, além de diversos membros da Academia Nacional de Medicina, médicos e representantes de entidades médicas.

O Presidente da Academia Nacional de Medicina nomeou uma comissão de 5 membros, representantes da ANM e AMB, que vão elaborar, em 2 semanas, um documento propositivo e bem fundamentado, que será publicado e enviado à Presidência da República e aos Ministérios da Saúde e da Educação, procurando orientar e auxiliar o encaminhamento destas questões, tão importantes para a saúde da população brasileira.

Alguns itens resumidos foram adiantados pela ANM e AMB:

  • Os médicos brasileiros sempre estiveram à disposição para contribuir com melhorias para a saúde da população, e muitas vezes foram ao Ministério da Saúde com propostas;
  • A carreira de estado para médicos da atenção básica vai melhorar muito a distribuição dos médicos no País;
  • O Ministério da Saúde, como parte de seu planejamento, deverá estimar e informar o número de médicos que o Brasil precisa por especialidade, onde devem trabalhar, com que regime de trabalho (CLT?) e com que salário;
  • A CNRM (Comissão Nacional de Residência Médica) e a AMB (Associação Médica Brasileira) titulam médicos especialistas há décadas. O número de especialistas no Brasil pode aumentar rapidamente, desde que existam condições adequadas para treinamento em serviços especializados;
  • O governo federal e os municípios devem ampliar o apoio à atenção básica, incentivando a todos e não apenas a médicos recém-formados, a ingressar na estratégia de saúde da família;
  • Os principais problemas da saúde pública no Brasil são sub-financiamento e gestão deficiente, que deve ser aprimorada.
Mesa – 1ª Parte do Simpósio – Prof. Edmund Baracat (USP), Acad. Francisco Sampaio (Presidente ANM), Dr. Florentino Cardoso (Presidente AMB), Prof. Adnan Neser (Comissão de Residência Médica – SP) e Prof. Evandro G. de Sousa (UFU)
Mesa – 2ª Parte do Simpósio – Acad. José Gomes Temporão (ex Ministro da Saúde), Prof. Francisco Campos (UNA-SUS, Ministério da Saúde), Acad. Francisco Sampaio (Presidente ANM), Acad. Claudio Cardoso de Castro, (Secretário ANM), Dr. Florentino Cardoso (Presidente AMB) e Acad. José Luiz Gomes do Amaral (ex-Presidente AMB)