Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Agostinho Thomaz de Aquino

Nasceu em 1812 e graduou-se pela Academia Médico-Cirúrgica do Rio de Janeiro.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1830, apresentando a memória intitulada “Tétano Traumático”. Ainda no mesmo ano, participou, juntamente com José Martins da Cruz JobimCláudio Luiz da CostaAntônio Martins Pinheiro, Octaviano Maria da Rosa e Luiz Vicente De Simoni, da Comissão de Salubridade Geral na Academia Nacional de Medicina, designada para examinar a situação das prisões, hospitais, casa de expostos e hospícios, protestando contra as péssimas condições e a forma desumana de tratamento a que eram submetidos os alienados no Rio de Janeiro.

Desta foi redigido o “Relatório da Commissão de Salubridade Geral da Sociedade de Medicina do Rio de Janeiro sobre as Causas da Infecção da Atmosphera desta cidade”, aprovada na sessão de 17 de dezembro de 1831.

Esta mesma comissão, havia publicado em 1831, no Semanário de Saúde Pública, um parecer sobre as febres da região de Macacu (província do Rio de Janeiro).

Em 1834 foi nomeado lente substituto para a Secção de Ciências Acessórias da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, juntamente com seu colega José Bento da Roza.

Transferiu-se em 1843 para a Secção Cirúrgica da então Academia Imperial de Medicina, juntamente com Candido Borges MonteiroAntonio Freire Allemão de CisneirosJacintho Rodrigues Pereira Reis e Joaquim Candido Soares de Meirelles.

Faleceu em 1844, no Rio de Janeiro.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 19

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 04/08/1830

Posse: 04/08/1830

Sob a presidência: Joaquim Candido Soares de Meirelles

Falecimento: 01/01/1844

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 19

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 04/08/1830

Posse: 04/08/1830

Sob a presidência: Joaquim Candido Soares de Meirelles

Falecimento: 01/01/1844

Nasceu em 1812 e graduou-se pela Academia Médico-Cirúrgica do Rio de Janeiro.

Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1830, apresentando a memória intitulada “Tétano Traumático”. Ainda no mesmo ano, participou, juntamente com José Martins da Cruz JobimCláudio Luiz da CostaAntônio Martins Pinheiro, Octaviano Maria da Rosa e Luiz Vicente De Simoni, da Comissão de Salubridade Geral na Academia Nacional de Medicina, designada para examinar a situação das prisões, hospitais, casa de expostos e hospícios, protestando contra as péssimas condições e a forma desumana de tratamento a que eram submetidos os alienados no Rio de Janeiro.

Desta foi redigido o “Relatório da Commissão de Salubridade Geral da Sociedade de Medicina do Rio de Janeiro sobre as Causas da Infecção da Atmosphera desta cidade”, aprovada na sessão de 17 de dezembro de 1831.

Esta mesma comissão, havia publicado em 1831, no Semanário de Saúde Pública, um parecer sobre as febres da região de Macacu (província do Rio de Janeiro).

Em 1834 foi nomeado lente substituto para a Secção de Ciências Acessórias da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, juntamente com seu colega José Bento da Roza.

Transferiu-se em 1843 para a Secção Cirúrgica da então Academia Imperial de Medicina, juntamente com Candido Borges MonteiroAntonio Freire Allemão de CisneirosJacintho Rodrigues Pereira Reis e Joaquim Candido Soares de Meirelles.

Faleceu em 1844, no Rio de Janeiro.