Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Anibal Gil Lopes

Nascido em 18 de julho de 1948, em Araraquara, São Paulo.

Graduou-se em Medicina pela Universidade de São Paulo (1973). Iniciou o programa de iniciação científica sob a orientação do Prof. Gerhard Malnic no segundo ano do curso médico.

Tem doutorado em Fisiologia de Órgãos e Sistemas pela Universidade de São Paulo (1976) e Pós-doutorado pela Yale University (1984). De volta ao Brasil, iniciou na Universidade de São Paulo o estudo dos mecanismos de transporte iônico envolvidos na regulação do volume celular em epitélios renais.

Completou os estudos de Teologia no Seminário Arquidiocesano de São Paulo, tendo sido ordenado sacerdote católico em 1973.

Entre 1986 e 1994 foi membro do “Working Group on AIDS” da Caritas Internacionalis, Vaticano. Nesta condição participou ativamente da organização de Reuniões e Simpósios sobre as diferentes implicações da Pandemia da AIDS tanto nas diferentes regiões brasileiras como na Europa, África, Ásia e Américas.

Em 1993 tornou-se Professor Titular do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho da UFRJ, onde instalou um novo laboratório de Fisiologia Renal, que hoje reúne um grande número de estudantes de iniciação científica e Pós-graduação. Foi Diretor do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Membro da Comissão de Ética em Pesquisa em Seres Humanos do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, do Comitê Nacional de Ética em Pesquisa do Conselho Nacional de Saúde e da Comissão Interministerial de Ciência e Tecnologia do Conselho Nacional de Saúde.

Possui experiência na área de fisiologia, com ênfase em fisiologia renal, área na qual estuda os mecanismos moleculares da regulação dos processos de transporte Iônico ao longo do néfron, tendo cerca de 80 trabalhos científicos publicados em periódicos de circulação internacional.

Entre os prêmios recebidos, destacam-se o Michel Jamra, da Sociedade Brasileira de Investigação Clínica (2006); Prêmio Roberto Alcântara Gomes, da Sociedade Brasileira de Biofísica (2006); Prêmio Cientista do Nosso Estado, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (2005 e 2003); Prêmio de Excelência em Ensino Médico da Faculdade de Medicina da UFRJ, AMIL e Faculdade de Medicina da UFRJ (2005); Homenagem por atuação profissional e contribuição inestimável, Departamento de Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biomédicas da USP (2005), entre outros.

Membro Titular da Academia Latino-Americana de Ciências; da Pontifícia Academia para a Vida do Vaticano; Academia Brasileira de Medicina de Reabilitação; Associado da Academia Brasileira de Ciências; Correspondente da Académie Européenne des Sciences, des Arts et des Lettres e Correspondente brasileiro da Academia das Ciências de Lisboa.

Currículo Lattes

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 616

Cadeira: 91 - Orlando da Fonseca Rangel

Membro: Titular

Secção: Ciencias aplicadas à Medicina

Eleição: 15/08/2002

Posse: 08/10/2002

Sob a presidência: Augusto Paulino Soares de Souza Netto

Saudado: Omar da Rosa Santos

Antecessor: Álvaro Noronha da Costa

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 616

Cadeira: 91 - Orlando da Fonseca Rangel

Membro: Titular

Secção: Ciencias aplicadas à Medicina

Eleição: 15/08/2002

Posse: 08/10/2002

Sob a presidência: Augusto Paulino Soares de Souza Netto

Saudado: Omar da Rosa Santos

Antecessor: Álvaro Noronha da Costa

Nascido em 18 de julho de 1948, em Araraquara, São Paulo.

Graduou-se em Medicina pela Universidade de São Paulo (1973). Iniciou o programa de iniciação científica sob a orientação do Prof. Gerhard Malnic no segundo ano do curso médico.

Tem doutorado em Fisiologia de Órgãos e Sistemas pela Universidade de São Paulo (1976) e Pós-doutorado pela Yale University (1984). De volta ao Brasil, iniciou na Universidade de São Paulo o estudo dos mecanismos de transporte iônico envolvidos na regulação do volume celular em epitélios renais.

Completou os estudos de Teologia no Seminário Arquidiocesano de São Paulo, tendo sido ordenado sacerdote católico em 1973.

Entre 1986 e 1994 foi membro do “Working Group on AIDS” da Caritas Internacionalis, Vaticano. Nesta condição participou ativamente da organização de Reuniões e Simpósios sobre as diferentes implicações da Pandemia da AIDS tanto nas diferentes regiões brasileiras como na Europa, África, Ásia e Américas.

Em 1993 tornou-se Professor Titular do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho da UFRJ, onde instalou um novo laboratório de Fisiologia Renal, que hoje reúne um grande número de estudantes de iniciação científica e Pós-graduação. Foi Diretor do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Membro da Comissão de Ética em Pesquisa em Seres Humanos do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, do Comitê Nacional de Ética em Pesquisa do Conselho Nacional de Saúde e da Comissão Interministerial de Ciência e Tecnologia do Conselho Nacional de Saúde.

Possui experiência na área de fisiologia, com ênfase em fisiologia renal, área na qual estuda os mecanismos moleculares da regulação dos processos de transporte Iônico ao longo do néfron, tendo cerca de 80 trabalhos científicos publicados em periódicos de circulação internacional.

Entre os prêmios recebidos, destacam-se o Michel Jamra, da Sociedade Brasileira de Investigação Clínica (2006); Prêmio Roberto Alcântara Gomes, da Sociedade Brasileira de Biofísica (2006); Prêmio Cientista do Nosso Estado, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (2005 e 2003); Prêmio de Excelência em Ensino Médico da Faculdade de Medicina da UFRJ, AMIL e Faculdade de Medicina da UFRJ (2005); Homenagem por atuação profissional e contribuição inestimável, Departamento de Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biomédicas da USP (2005), entre outros.

Membro Titular da Academia Latino-Americana de Ciências; da Pontifícia Academia para a Vida do Vaticano; Academia Brasileira de Medicina de Reabilitação; Associado da Academia Brasileira de Ciências; Correspondente da Académie Européenne des Sciences, des Arts et des Lettres e Correspondente brasileiro da Academia das Ciências de Lisboa.

Currículo Lattes