Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

José da Cunha Ferreira

Nasceu em 1853 em Bananal, Estado de São Paulo. Filho de José da Cunha Ferreira, português, e de Maria Neves da Cunha Ferreira, brasileira. Irmão do Acadêmico Clemente Miguel da Cunha Ferreira.

Vindo de uma família próspera de fazendeiros de café, residiu no bairro Lavapés ao lado da Estação de trem Bocaina.

Doutorou-se em Medicina e clinicou durantes anos em Resende.

Como líder político, ocupou os cargos de Vereador e Presidente da Câmara Municipal de Resende de 1887 a 1889. Atuou como zeloso provedor da Santa Casa de Misericórdia de Resende, nos períodos de 1890-1891 e 1909-1912.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1890, apresentando a memória intitulada “Das febres maláricas na infância consideradas sob o ponto de vista de seu diagnóstico e tratamento”. Sua cerimônia de posse ocorreu sob a presidência José Cardoso de Moura Brasil. Durante o período em que esteve na instituição exerceu o cargo de 2º Secretário de 1893 a 1894.

Fundou a Sociedade de Medicina e Espiritismo do Rio de Janeiro, tarefa árdua que contou com o incansável esforço de doutores ilustres, mas com enorme desejo de pesquisar as manifestações espíritas, ligando a Medicina ao Espiritismo.

Em 1919, foi homenageado tendo seu nome em um logradouro público, Rua Doutor Cunha Ferreira, no município de Resende, no Estado do Rio de Janeiro.

Faleceu em 1914, em Guaratinguetá, no Estado de São Paulo.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 157

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 01/01/1890

Posse: 01/01/1890

Sob a presidência: José Cardoso de Moura Brasil

Falecimento: 01/01/1914

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 157

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 01/01/1890

Posse: 01/01/1890

Sob a presidência: José Cardoso de Moura Brasil

Falecimento: 01/01/1914

Nasceu em 1853 em Bananal, Estado de São Paulo. Filho de José da Cunha Ferreira, português, e de Maria Neves da Cunha Ferreira, brasileira. Irmão do Acadêmico Clemente Miguel da Cunha Ferreira.

Vindo de uma família próspera de fazendeiros de café, residiu no bairro Lavapés ao lado da Estação de trem Bocaina.

Doutorou-se em Medicina e clinicou durantes anos em Resende.

Como líder político, ocupou os cargos de Vereador e Presidente da Câmara Municipal de Resende de 1887 a 1889. Atuou como zeloso provedor da Santa Casa de Misericórdia de Resende, nos períodos de 1890-1891 e 1909-1912.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1890, apresentando a memória intitulada “Das febres maláricas na infância consideradas sob o ponto de vista de seu diagnóstico e tratamento”. Sua cerimônia de posse ocorreu sob a presidência José Cardoso de Moura Brasil. Durante o período em que esteve na instituição exerceu o cargo de 2º Secretário de 1893 a 1894.

Fundou a Sociedade de Medicina e Espiritismo do Rio de Janeiro, tarefa árdua que contou com o incansável esforço de doutores ilustres, mas com enorme desejo de pesquisar as manifestações espíritas, ligando a Medicina ao Espiritismo.

Em 1919, foi homenageado tendo seu nome em um logradouro público, Rua Doutor Cunha Ferreira, no município de Resende, no Estado do Rio de Janeiro.

Faleceu em 1914, em Guaratinguetá, no Estado de São Paulo.