Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

José Manoel do Rosário

Nasceu em 20 de março de 1808, na cidade do Rio de Janeiro. Filho de Manoel José do Rosário e de D. Joaquina Zeferina do Rosário.

Formou-se em Farmácia em 1826.

Estabeleceu-se com uma botica em 1829 na qual dirigiu até 1848.

Eleito Membro Titular na Academia Nacional de Medicina em 1835, sob a presidência de Joaquim Candido Soares de Meirelles.

Atuou como sócio correspondente em 1839 para a “Revista Trimestral de História e Geografia ou Jornal do Instituto Histórico Geográfico Brasileiro” e foi redator do periódico “Revista Médica Brasileira” no primeiro volume (1841-1842) e no segundo volume (1842-1843).

O subtítulo fazia parte do Jornal da Academia Imperial de Medicina, que passou a designar parte de sua arrecadação para a publicação. O Jornal era subdivido em três partes, sendo a primeira intitulada “Revista Médica Brasileira”, na qual continha artigos relacionados a doenças; a segunda parte era “Academia Imperial de Medicina” que apresentava as pesquisas médicas dos membros da instituição; e a terceira parte intitulada “Variedades e Novidades Médicas”, que reunia as transcrições de artigos estrangeiros e matérias que eram recebidas de médicos de todo país.

Foi membro de conselhos e comissões examinadoras para magistério superior, sociedades e associações nacionais e internacionais, tais como membro da Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional e secretário Sociedade de Literatura Brasileira.

Faleceu em 15 de abril de 1855, na cidade do Rio de Janeiro.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 46

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção: Ciencias aplicadas à Medicina

Eleição: 15/11/1835

Posse: 15/11/1835

Sob a presidência: Joaquim Candido Soares de Meirelles

Falecimento: 15/04/1855

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 46

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção: Ciencias aplicadas à Medicina

Eleição: 15/11/1835

Posse: 15/11/1835

Sob a presidência: Joaquim Candido Soares de Meirelles

Falecimento: 15/04/1855

Nasceu em 20 de março de 1808, na cidade do Rio de Janeiro. Filho de Manoel José do Rosário e de D. Joaquina Zeferina do Rosário.

Formou-se em Farmácia em 1826.

Estabeleceu-se com uma botica em 1829 na qual dirigiu até 1848.

Eleito Membro Titular na Academia Nacional de Medicina em 1835, sob a presidência de Joaquim Candido Soares de Meirelles.

Atuou como sócio correspondente em 1839 para a “Revista Trimestral de História e Geografia ou Jornal do Instituto Histórico Geográfico Brasileiro” e foi redator do periódico “Revista Médica Brasileira” no primeiro volume (1841-1842) e no segundo volume (1842-1843).

O subtítulo fazia parte do Jornal da Academia Imperial de Medicina, que passou a designar parte de sua arrecadação para a publicação. O Jornal era subdivido em três partes, sendo a primeira intitulada “Revista Médica Brasileira”, na qual continha artigos relacionados a doenças; a segunda parte era “Academia Imperial de Medicina” que apresentava as pesquisas médicas dos membros da instituição; e a terceira parte intitulada “Variedades e Novidades Médicas”, que reunia as transcrições de artigos estrangeiros e matérias que eram recebidas de médicos de todo país.

Foi membro de conselhos e comissões examinadoras para magistério superior, sociedades e associações nacionais e internacionais, tais como membro da Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional e secretário Sociedade de Literatura Brasileira.

Faleceu em 15 de abril de 1855, na cidade do Rio de Janeiro.