Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Manoel Cláudio de Motta Maia

Nasceu em 14 de setembro de 1902, no Rio de Janeiro (RJ). Filho de Manuel Augusto Velho da Motta Maia e neto do Dr. Cláudio Velho da Motta Maia, o Conde de Mota Maia e Patrono da Cadeira 22.

Doutorou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1923.

Nomeado, por concurso público, em 1924 para 1º Tenente Médico da Armada, sendo posteriormente designado para exercer a função de Cirurgião-chefe da Ambulância Cirúrgica em São Bernardo, no Estado de São Paulo. Ainda neste mesmo ano obteve o título de médico adjunto do Hospital de São João Baptista da Lagoa.

No ano seguinte, em 1925, deixou o serviço na Armada para trabalhar, por concurso público, como Cirurgião da Assistência Municipal. Além dessa função, atuou mais a frente como cirurgião chefe da Caixa de Aposentadoria e Pensões da Estrada de Ferro Central do Brasil, e, chefe do Serviço de Cirurgia da Policlínica de Botafogo. Exerceu ainda o cargo no Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE-UERJ) de chefe da 1ª Clínica Cirúrgica.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1934, apresentando a memória intitulada “Tratamento cirúrgico da asma pela simpaticectomia cervical”. Durante o período em que esteve na instituição exerceu os cargos de Presidente da Secção de Cirurgia Geral (1951-1953) e de Redator de anais (1942-1943).

Em sua carreira como docente, além de cursos oficiais e particulares de aperfeiçoamento, destacou-se principalmente como auxiliar do ensino da Cadeira de Clinica Cirúrgica do Professor Brandão Filho e Professor do Curso de Técnica Cirúrgica do Professor Benjamin Baptista.

Dentre seus trabalhos publicados destacam-se “Ulceras gastro-duodenaes perfuradas em peritoneo livre”; “Conceito atual sobre o tratamento da osteo-artrite tuberculosa”; “Cirurgia da Hipófise”, entre outros.

Faleceu em 18 de junho de 1978.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 352

Cadeira: 22 - Cláudio Velho da Motta Maia (Conde de Motta Maia)

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 25/06/1934

Posse: 22/11/1934

Sob a presidência: Antonio Austregésilo Rodrigues Lima

Saudado: Roberto da Silva Freire

Antecessor: Álvaro de Paula Guimarães

Falecimento: 18/06/1978

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 352

Cadeira: 22 - Cláudio Velho da Motta Maia (Conde de Motta Maia)

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 25/06/1934

Posse: 22/11/1934

Sob a presidência: Antonio Austregésilo Rodrigues Lima

Saudado: Roberto da Silva Freire

Antecessor: Álvaro de Paula Guimarães

Falecimento: 18/06/1978

Nasceu em 14 de setembro de 1902, no Rio de Janeiro (RJ). Filho de Manuel Augusto Velho da Motta Maia e neto do Dr. Cláudio Velho da Motta Maia, o Conde de Mota Maia e Patrono da Cadeira 22.

Doutorou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1923.

Nomeado, por concurso público, em 1924 para 1º Tenente Médico da Armada, sendo posteriormente designado para exercer a função de Cirurgião-chefe da Ambulância Cirúrgica em São Bernardo, no Estado de São Paulo. Ainda neste mesmo ano obteve o título de médico adjunto do Hospital de São João Baptista da Lagoa.

No ano seguinte, em 1925, deixou o serviço na Armada para trabalhar, por concurso público, como Cirurgião da Assistência Municipal. Além dessa função, atuou mais a frente como cirurgião chefe da Caixa de Aposentadoria e Pensões da Estrada de Ferro Central do Brasil, e, chefe do Serviço de Cirurgia da Policlínica de Botafogo. Exerceu ainda o cargo no Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE-UERJ) de chefe da 1ª Clínica Cirúrgica.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1934, apresentando a memória intitulada “Tratamento cirúrgico da asma pela simpaticectomia cervical”. Durante o período em que esteve na instituição exerceu os cargos de Presidente da Secção de Cirurgia Geral (1951-1953) e de Redator de anais (1942-1943).

Em sua carreira como docente, além de cursos oficiais e particulares de aperfeiçoamento, destacou-se principalmente como auxiliar do ensino da Cadeira de Clinica Cirúrgica do Professor Brandão Filho e Professor do Curso de Técnica Cirúrgica do Professor Benjamin Baptista.

Dentre seus trabalhos publicados destacam-se “Ulceras gastro-duodenaes perfuradas em peritoneo livre”; “Conceito atual sobre o tratamento da osteo-artrite tuberculosa”; “Cirurgia da Hipófise”, entre outros.

Faleceu em 18 de junho de 1978.