Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EnglishPortuguêsEspañol

Cícero Bastos Monteiro

Nascido em 15 de junho de 1913 na cidade do Rio de janeiro, filho de Jeronymo de Souza Monteiro e Cecília Bastos Monteiro. Formou-se no ano de 1935 pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro.

Ingressou na Academia Nacional de Medicina com vinte anos de formado e 43 anos de idade, apresentando a Memória “Contribuição ao Tratamento Cirúrgico das Úlceras Gástricas e Duodenais”. Foi saudado pelo seu irmão Acad. Darcy Bastos de Souza Monteiro e introduzido no Salão pelos Acadêmicos Leonel Gonzaga Pereira da Fonseca, Raymundo de Moura Britto, Antonio Fernandes da Costa Junior e Darcy Bastos de Souza Monteiro. Exerceu os cargos de Presidente da Secção de Cirurgia (1957/1959) e Diretor da Biblioteca e Arquivo (1961/1963).

Marcou sua presença como destacado cirurgião no Hospital do Pronto Socorro tendo começado como estudante e galgado todos os postos. Em sua trajetória profissional foi Chefe da Clínica do Serviço Cirúrgico Samuel Ferreira, diretor do Departamento de Assistência Hospitalar da Secretaria de Saúde e Assistência da Prefeitura do Distrito Federal e chefe da Clínica da 13ª enfermaria da Santa Casa da Misericórdia.

Foi professor titular da Escola de Enfermagem da Secretaria de Saúde e Assistência da Prefeitura do Distrito Federal e professor de cirurgia de urgência da Escola de Pós-Graduação Médica da Sociedade de Medicina e Cirurgia.

Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e da American Medical Association.

Trabalhos científicos de grande valor renderam-lhe prêmios consagrados como: Medalha de Ouro – “General Souza Ferreira” pela Academia Brasileira de Medicina Militar com à monografia “Gastrectomia em úlceras perfuradas” –e Medalha de Ouro – “Hilário Gouvêa” da Academia Nacional de Medicina.

Teve diversos trabalhos publicados em revistas nacionais e estrangeiras, destacando o Year Book dos Estados Unidos e o Jornal de Cirurgia da França.

Faleceu em 25/09/1982 na cidade do Rio de Janeiro.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 416

Cadeira: 35 - José Thompson Motta

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 24/05/1956

Posse: 09/08/1956

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Darcy Bastos de Souza Monteiro

Antecessor: Francisco de Castro Araújo

Falecimento: 25/09/1982

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 416

Cadeira: 35 - José Thompson Motta

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 24/05/1956

Posse: 09/08/1956

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Darcy Bastos de Souza Monteiro

Antecessor: Francisco de Castro Araújo

Falecimento: 25/09/1982

Nascido em 15 de junho de 1913 na cidade do Rio de janeiro, filho de Jeronymo de Souza Monteiro e Cecília Bastos Monteiro. Formou-se no ano de 1935 pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro.

Ingressou na Academia Nacional de Medicina com vinte anos de formado e 43 anos de idade, apresentando a Memória “Contribuição ao Tratamento Cirúrgico das Úlceras Gástricas e Duodenais”. Foi saudado pelo seu irmão Acad. Darcy Bastos de Souza Monteiro e introduzido no Salão pelos Acadêmicos Leonel Gonzaga Pereira da Fonseca, Raymundo de Moura Britto, Antonio Fernandes da Costa Junior e Darcy Bastos de Souza Monteiro. Exerceu os cargos de Presidente da Secção de Cirurgia (1957/1959) e Diretor da Biblioteca e Arquivo (1961/1963).

Marcou sua presença como destacado cirurgião no Hospital do Pronto Socorro tendo começado como estudante e galgado todos os postos. Em sua trajetória profissional foi Chefe da Clínica do Serviço Cirúrgico Samuel Ferreira, diretor do Departamento de Assistência Hospitalar da Secretaria de Saúde e Assistência da Prefeitura do Distrito Federal e chefe da Clínica da 13ª enfermaria da Santa Casa da Misericórdia.

Foi professor titular da Escola de Enfermagem da Secretaria de Saúde e Assistência da Prefeitura do Distrito Federal e professor de cirurgia de urgência da Escola de Pós-Graduação Médica da Sociedade de Medicina e Cirurgia.

Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e da American Medical Association.

Trabalhos científicos de grande valor renderam-lhe prêmios consagrados como: Medalha de Ouro – “General Souza Ferreira” pela Academia Brasileira de Medicina Militar com à monografia “Gastrectomia em úlceras perfuradas” –e Medalha de Ouro – “Hilário Gouvêa” da Academia Nacional de Medicina.

Teve diversos trabalhos publicados em revistas nacionais e estrangeiras, destacando o Year Book dos Estados Unidos e o Jornal de Cirurgia da França.

Faleceu em 25/09/1982 na cidade do Rio de Janeiro.

Para melhorar sua experiência de navegação, utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.