Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Annibal Rocha Nogueira Júnior

Nascido no Rio de Janeiro no dia 01/08/1911, formado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro (Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil) em 1933.

Foi interno da Policlínica de Crianças do Hospital José Carlos Rodrigues (1931/1933); Hospital Pró Matre (1933); efetivo da Cadeira de Terapêutica Clínica da Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro (1933). Médico adjunto do Hospital José Carlos Rodrigues, da Policlínica de Crianças (1934); Médico Concursado do Serviço de Saúde da Policia Militar do Distrito Federal (1934); Assistente do Ambulatório de Tisiologia do Hospital São Francisco de Assis (1936); Assistente da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar (Dezº1939/Março1941 e Agosto1941/junho/1947); Encarregado da Chefia da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar durante os anos de 1941 à 1946; Chefe interino da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar do Distrito Federal (1945); Chefe efetivo da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar do DF. (1948/1950).

Fez parte das seguintes instituições cientificas: Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro; Sociedade Brasileira de Tuberculose; L’Union Internationelle contre La Tuberculose; American College of Chest Physicians; Colegio Brasileiro de Cirurgiões.

Em sua carreira docente pode atuar como: Docente Livre de Terapêutica Clínica da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1940); Chefe de Clínica da Cadeira de Terapêutica Clínica da Escola de medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1949/1950); Catedrático Interino de Patologia Geral da Faculdade Fluminense de Medicina (1945/1947); Docente Livre de Terapêutica Clínica da Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (1954); Organizador e Professor do Curso de Extensão Universitária sobre Terapêutica das pertubações hidroelectroliticas em clínica, na Universidade do Brasil (1956). Professor Emérito da Universidade Federal Fluminense, Universidade do Rio de Janeiro e da Faculdade de Medicina de Teresópolis.

Faleceu em 07 de fevereiro de 1997.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 423

Cadeira: 82 - Antônio Dias de Barros

Membro: Titular

Secção: Ciencias aplicadas à Medicina

Eleição: 25/04/1957

Posse: 20/09/1957

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Paulo Arthur Pinto da Rocha

Antecessor: Almir Rodrigues Madeira

Falecimento: 07/02/1997

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 423

Cadeira: 82 - Antônio Dias de Barros

Membro: Titular

Secção: Ciencias aplicadas à Medicina

Eleição: 25/04/1957

Posse: 20/09/1957

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Paulo Arthur Pinto da Rocha

Antecessor: Almir Rodrigues Madeira

Falecimento: 07/02/1997

Nascido no Rio de Janeiro no dia 01/08/1911, formado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro (Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil) em 1933.

Foi interno da Policlínica de Crianças do Hospital José Carlos Rodrigues (1931/1933); Hospital Pró Matre (1933); efetivo da Cadeira de Terapêutica Clínica da Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro (1933). Médico adjunto do Hospital José Carlos Rodrigues, da Policlínica de Crianças (1934); Médico Concursado do Serviço de Saúde da Policia Militar do Distrito Federal (1934); Assistente do Ambulatório de Tisiologia do Hospital São Francisco de Assis (1936); Assistente da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar (Dezº1939/Março1941 e Agosto1941/junho/1947); Encarregado da Chefia da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar durante os anos de 1941 à 1946; Chefe interino da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar do Distrito Federal (1945); Chefe efetivo da Enfermaria de Medicina do Hospital da Policia Militar do DF. (1948/1950).

Fez parte das seguintes instituições cientificas: Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro; Sociedade Brasileira de Tuberculose; L’Union Internationelle contre La Tuberculose; American College of Chest Physicians; Colegio Brasileiro de Cirurgiões.

Em sua carreira docente pode atuar como: Docente Livre de Terapêutica Clínica da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1940); Chefe de Clínica da Cadeira de Terapêutica Clínica da Escola de medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1949/1950); Catedrático Interino de Patologia Geral da Faculdade Fluminense de Medicina (1945/1947); Docente Livre de Terapêutica Clínica da Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (1954); Organizador e Professor do Curso de Extensão Universitária sobre Terapêutica das pertubações hidroelectroliticas em clínica, na Universidade do Brasil (1956). Professor Emérito da Universidade Federal Fluminense, Universidade do Rio de Janeiro e da Faculdade de Medicina de Teresópolis.

Faleceu em 07 de fevereiro de 1997.