Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Antonio Paulo Filho

Nasceu em 04 de outubro de 1905, em Garanhuns (PE).

Graduou-se em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil (1929).

Livre Docente na Escola de Medicina e Cirurgia em 1937, conquistando a Cátedra de Clínica Oftalmológica em 1943; Professor de Clínica Oftalmológica na Faculdade de Aperfeiçoamento Médico da PUC-Rio, em 1953; Professor Catedrático e Chefe do Serviço de Olhos do Hospital Gafreé e Guinle, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1952-1975).

Chefe de Clínica do Serviço de Doenças dos Olhos do Dr. Raul David Sanson, no Hospital São João Batista da Lagoa (1930) e na Clínica Neurológica da Faculdade Nacional de Medicina, Sessão de Neuro-Oftalmologia (1932). Diretor da Clínica Oftalmológica da Fundação Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1968), Consultor em Oftalmologia do Instituto Brasileiro de Oftalmologia e Prevenção a Cegueira (1963) e Chefe do Serviço de Oftalmologia do Instituto de Aposentadoria e Pensões do Estado do Guanabara (1958).

Fundou a Clínica de Olhos Paulo Filho em dezembro de 1941, a primeira clínica especializada integrada de oftalmologia do Rio de Janeiro. Fundador e Diretor da revista periódica “Patologia Ocular” e Membro Fundador da Associação dos Docentes da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro.

Foi Membro de diversas Sociedades Científicas, nacionais e internacionais, entre elas a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, a Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, a International Academy of Medicine e a Associação Pan-Americana de Oftalmologia.

Desenvolveu uma exemplar atividade universitária, ministrando cursos de graduação e pós-graduação, organizando prêmios científicos e fazendo parte de inúmeras bancas examinadoras. Participou de vários congressos e mesas redondas, no campo da especialidade que exerceu, teve centenas de publicações especializadas e trabalhou em seu consultório até 1998, junto com seus filhos e netos.

Foi reconhecidamente um dos mais importantes oftalmologistas do Brasil e figura na lista dos Eminentes da Oftalmologia Brasileira do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Na ocasião de sua candidatura a Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “Glaucoma Idiopático”.

Faleceu em 25 de dezembro de 2002.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 474

Cadeira: 69 - Alberto Ribeiro de Oliveira Motta

Membro: Emérito

Secção: Cirurgia

Eleição: 22/05/1969

Posse: 27/11/1969

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Sylvio de Abreu Fialho

Emerência: 01/12/1994

Antecessor: Jorge Guimarães Sant’Anna

Falecimento: 25/12/2002

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 474

Cadeira: 69 - Alberto Ribeiro de Oliveira Motta

Membro: Emérito

Secção: Cirurgia

Eleição: 22/05/1969

Posse: 27/11/1969

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Sylvio de Abreu Fialho

Emerência: 01/12/1994

Antecessor: Jorge Guimarães Sant’Anna

Falecimento: 25/12/2002

Nasceu em 04 de outubro de 1905, em Garanhuns (PE).

Graduou-se em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil (1929).

Livre Docente na Escola de Medicina e Cirurgia em 1937, conquistando a Cátedra de Clínica Oftalmológica em 1943; Professor de Clínica Oftalmológica na Faculdade de Aperfeiçoamento Médico da PUC-Rio, em 1953; Professor Catedrático e Chefe do Serviço de Olhos do Hospital Gafreé e Guinle, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1952-1975).

Chefe de Clínica do Serviço de Doenças dos Olhos do Dr. Raul David Sanson, no Hospital São João Batista da Lagoa (1930) e na Clínica Neurológica da Faculdade Nacional de Medicina, Sessão de Neuro-Oftalmologia (1932). Diretor da Clínica Oftalmológica da Fundação Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1968), Consultor em Oftalmologia do Instituto Brasileiro de Oftalmologia e Prevenção a Cegueira (1963) e Chefe do Serviço de Oftalmologia do Instituto de Aposentadoria e Pensões do Estado do Guanabara (1958).

Fundou a Clínica de Olhos Paulo Filho em dezembro de 1941, a primeira clínica especializada integrada de oftalmologia do Rio de Janeiro. Fundador e Diretor da revista periódica “Patologia Ocular” e Membro Fundador da Associação dos Docentes da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro.

Foi Membro de diversas Sociedades Científicas, nacionais e internacionais, entre elas a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, a Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, a International Academy of Medicine e a Associação Pan-Americana de Oftalmologia.

Desenvolveu uma exemplar atividade universitária, ministrando cursos de graduação e pós-graduação, organizando prêmios científicos e fazendo parte de inúmeras bancas examinadoras. Participou de vários congressos e mesas redondas, no campo da especialidade que exerceu, teve centenas de publicações especializadas e trabalhou em seu consultório até 1998, junto com seus filhos e netos.

Foi reconhecidamente um dos mais importantes oftalmologistas do Brasil e figura na lista dos Eminentes da Oftalmologia Brasileira do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Na ocasião de sua candidatura a Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “Glaucoma Idiopático”.

Faleceu em 25 de dezembro de 2002.