Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Benjamin Vinelli Baptista

Filho do Professor e Acadêmico João Benjamin Ferreira Baptista e de D. Ida Vinelli Baptista. Nasceu em 12 de junho de 1901, na Cidade do Rio de Janeiro, seus avós paternos foi o Capitão Benjamin Rodrigo Baptista e D.Anna Benedicta Ferreira Baptista e maternos o Professor João Baptista Kossuth Vinelli e D. Maria Emília leal Vinelli.

Neto de Kossut Vinelli, criador do primeiro Laboratório de Fisiologia Experimental na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e seu ensino oficial no mesmo local, herdeiro portanto, de dois nomes consagrados na Ciência e no Magistério.

Esse raro privilégio, se motivo cabível de orgulhar-se, impôs-lhe, contudo, arcar com grave responsabilidade de manter o lustre desses nomes o compromisso de não desmerecê-los. Respeitável missão a que se teve integralmente dedicado.

Foi Dentista, Médico, Professor, Cirurgião, Anatomista, Pesquisador e Cientista.

Foi chefe da 11ª Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia durante longos anos e no Hospital Souza Aguiar. Exerceu vários cargos de chefia e labutou sem descanso 44 anos ininterruptos. Ao se aposentar recebeu carta de agradecimento do então Ministro da Saúde Darcy Monteiro.

Como professor, foi titular por concurso de inúmeras faculdades. Foi Titular da Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro e da Fluminense de Medicina, da Faculdade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e da Escola Superior de Agronomia e Veterinária, tendo assumido a primeira cátedra na idade inusitada de 24 anos. Foi professor de Faculdades de Enfermagem, Serviço Social e Nutrição, tendo ministrado incontáveis cursos de Cirurgia no Pronto Socorro, na Prefeitura, na Cruz Vermelha e no Serviço de Saúde do Exército durante a 2ª Guerra Mundial. 

Participou de inúmeras bancas examinadoras de concursos em todo o Brasil.

O Acadêmico Benjamin Vinelli Baptista ocupou, ao longo dos anos como Membro Titular da ANM, 4 Cadeiras diferentes (25; 84; 31 e 29 – nesta ordem).

Faleceu em 21 de outubro de 1983.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 364

Cadeira: 29 - Daniel de Oliveira Barros D’Almeida

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 14/09/1939

Posse: 13/10/1939

Sob a presidência: Aloysio de Castro

Saudado: Roberto da Silva Freire

Antecessor: Fernando Ferreira Vaz

Falecimento: 21/10/1983

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 364

Cadeira: 29 - Daniel de Oliveira Barros D’Almeida

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 14/09/1939

Posse: 13/10/1939

Sob a presidência: Aloysio de Castro

Saudado: Roberto da Silva Freire

Antecessor: Fernando Ferreira Vaz

Falecimento: 21/10/1983

Filho do Professor e Acadêmico João Benjamin Ferreira Baptista e de D. Ida Vinelli Baptista. Nasceu em 12 de junho de 1901, na Cidade do Rio de Janeiro, seus avós paternos foi o Capitão Benjamin Rodrigo Baptista e D.Anna Benedicta Ferreira Baptista e maternos o Professor João Baptista Kossuth Vinelli e D. Maria Emília leal Vinelli.

Neto de Kossut Vinelli, criador do primeiro Laboratório de Fisiologia Experimental na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e seu ensino oficial no mesmo local, herdeiro portanto, de dois nomes consagrados na Ciência e no Magistério.

Esse raro privilégio, se motivo cabível de orgulhar-se, impôs-lhe, contudo, arcar com grave responsabilidade de manter o lustre desses nomes o compromisso de não desmerecê-los. Respeitável missão a que se teve integralmente dedicado.

Foi Dentista, Médico, Professor, Cirurgião, Anatomista, Pesquisador e Cientista.

Foi chefe da 11ª Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia durante longos anos e no Hospital Souza Aguiar. Exerceu vários cargos de chefia e labutou sem descanso 44 anos ininterruptos. Ao se aposentar recebeu carta de agradecimento do então Ministro da Saúde Darcy Monteiro.

Como professor, foi titular por concurso de inúmeras faculdades. Foi Titular da Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro e da Fluminense de Medicina, da Faculdade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e da Escola Superior de Agronomia e Veterinária, tendo assumido a primeira cátedra na idade inusitada de 24 anos. Foi professor de Faculdades de Enfermagem, Serviço Social e Nutrição, tendo ministrado incontáveis cursos de Cirurgia no Pronto Socorro, na Prefeitura, na Cruz Vermelha e no Serviço de Saúde do Exército durante a 2ª Guerra Mundial. 

Participou de inúmeras bancas examinadoras de concursos em todo o Brasil.

O Acadêmico Benjamin Vinelli Baptista ocupou, ao longo dos anos como Membro Titular da ANM, 4 Cadeiras diferentes (25; 84; 31 e 29 – nesta ordem).

Faleceu em 21 de outubro de 1983.