Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Fernando Ferreira Vaz

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 21 de dezembro de 1876, filho de Francisco Ferreira Vaz e Maria José da Veiga Vaz.

Doutorou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1901, defendendo a tese intitulada “O cystocele e especialmente a sua patogenia”.

Foi nomeado medico-adjunto do Hospital Geral da Misericórdia do Rio de Janeiro, em 1902, ano em que ingressou também no Hospital da Ordem do Carmo e no Hospital da Ordem da Penitência. Nesta última associação passou a ocupar, em 1906, o cargo de Chefe de Serviço de Clinica Cirúrgica, tendo sua atuação nessa organização hospitalar se revestido de grande brilho e projeção.

Fez uma longa viagem aos Estados Unidos da América, percorrendo os grandes centros, inclusive a Clínica dos Irmãos Mayo, o que o inspirou na sua formidável atuação na construção do novo Hospital da Ordem de Penitência. Pode-se dizer, sem diminuição de ninguém, que essa grandiosa construção hospitalar é obra sua.

Atuou como Vice-Diretor da Maternidade do Rio de Janeiro (1915) e também Vice-Diretor do Hospital Pró-Matre (1919). Em 1922, foi nomeado Chefe do Serviço de Cirurgia Geral de Mulheres do Hospital de São Francisco de Assis, cargo que ocupou até o seu falecimento.

Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, onde atuou como 1º Secretário (1913 a 1916), Redator dos Anais (1916 a 1923), Presidente da Secção de Cirurgia (1926 a 1929) e é o Patrono da Cadeira 21. É, também, o Patrono da Cadeira 49 da Academia Brasileira de Medicina Militar.

Foi também Membro Fundador do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Vice-Presidente da Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Rio de Janeiro, em 1926, Membro do “American College of Surgeons”, sendo Presidente do seu “committee” no Rio de Janeiro, Membro da Associação Internacional de Cirurgia, Sócio da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, além de outros cargos e títulos que atestavam sua carreira.

O Dr. Fernando Ferreira Vaz foi, na sua época, um cirurgião prático de grande sucesso clínico, e deixou dois filhos e um genro médicos.

Faleceu na sua cidade natal, no dia 8 de junho de 1939.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 237

Cadeira: 25 - João Benjamin Ferreira Baptista

Cadeira homenageado: 21

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 05/11/1903

Posse: 19/11/1903

Sob a presidência: Joaquim Pinto Portella

Saudado: Fernando Augusto Ribeiro de Magalhães

Falecimento: 08/06/1939

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 237

Cadeira: 25 - João Benjamin Ferreira Baptista

Cadeira homenageado: 21

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 05/11/1903

Posse: 19/11/1903

Sob a presidência: Joaquim Pinto Portella

Saudado: Fernando Augusto Ribeiro de Magalhães

Falecimento: 08/06/1939

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 21 de dezembro de 1876, filho de Francisco Ferreira Vaz e Maria José da Veiga Vaz.

Doutorou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1901, defendendo a tese intitulada “O cystocele e especialmente a sua patogenia”.

Foi nomeado medico-adjunto do Hospital Geral da Misericórdia do Rio de Janeiro, em 1902, ano em que ingressou também no Hospital da Ordem do Carmo e no Hospital da Ordem da Penitência. Nesta última associação passou a ocupar, em 1906, o cargo de Chefe de Serviço de Clinica Cirúrgica, tendo sua atuação nessa organização hospitalar se revestido de grande brilho e projeção.

Fez uma longa viagem aos Estados Unidos da América, percorrendo os grandes centros, inclusive a Clínica dos Irmãos Mayo, o que o inspirou na sua formidável atuação na construção do novo Hospital da Ordem de Penitência. Pode-se dizer, sem diminuição de ninguém, que essa grandiosa construção hospitalar é obra sua.

Atuou como Vice-Diretor da Maternidade do Rio de Janeiro (1915) e também Vice-Diretor do Hospital Pró-Matre (1919). Em 1922, foi nomeado Chefe do Serviço de Cirurgia Geral de Mulheres do Hospital de São Francisco de Assis, cargo que ocupou até o seu falecimento.

Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, onde atuou como 1º Secretário (1913 a 1916), Redator dos Anais (1916 a 1923), Presidente da Secção de Cirurgia (1926 a 1929) e é o Patrono da Cadeira 21. É, também, o Patrono da Cadeira 49 da Academia Brasileira de Medicina Militar.

Foi também Membro Fundador do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Vice-Presidente da Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Rio de Janeiro, em 1926, Membro do “American College of Surgeons”, sendo Presidente do seu “committee” no Rio de Janeiro, Membro da Associação Internacional de Cirurgia, Sócio da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, além de outros cargos e títulos que atestavam sua carreira.

O Dr. Fernando Ferreira Vaz foi, na sua época, um cirurgião prático de grande sucesso clínico, e deixou dois filhos e um genro médicos.

Faleceu na sua cidade natal, no dia 8 de junho de 1939.