Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

João Pinto Rêgo Cezar

Nasceu em 24 de novembro de 1839, em Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul. Filho de João Pinto do Rêgo Cezar e de D. Ana Fernandes do Rêgo.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1865, defendendo a tese intitulada “Da Asfixia em Geral e da Asfixia em Suspensão em Particular”.

Tornou-se o primeiro cirurgião honorário graças aos serviços prestados a sua nação durante a Guerra do Paraguai (1864-1870).

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1871, apresentando a memória intitulada “A Suspensão Vertical do Braço Considerada como Membro Hemostático e Antiflogístico nas Moléstias da Mão”.

Foi membro de conselhos e comissões examinadoras para magistério superior, sociedades e associações nacionais e internacionais, tais como membro do Lyceo Litterario Portuguez, membro da Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional, e fundador do Instituto dos Bacharéis em Letras.

Atuou como secretário e presidente da Comissão Sanitária da Freguesia de Santana durante o período de 1865 a 1885, e foi o iniciador do método geral de tratamento preventivo e profilático da febre amarela pelo uso do ácido arsênios.

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes “Do strabismo e das operações empregadas para cura-lo”, “Da ammonia considerada farmacológica e therapeuticamente”, “Tratamento aperfeiçoado do cancro do útero” (traduzido pelo Dr. Rêgo Cezar), “Gymnastica medica sueca”, “Parecer sobre as aguas reputadas minerais e medicinaes da Gamboa”.

Recebeu a condecoração de Cavaleiro da Ordem da Rosa e recebeu uma medalha devido aos seus serviços prestados durante a Guerra do Paraguai.

Faleceu em 16 de janeiro de 1935, no Rio de Janeiro.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 112

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 20/11/1871

Posse: 20/11/1871

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 16/01/1935

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 112

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 20/11/1871

Posse: 20/11/1871

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 16/01/1935

Nasceu em 24 de novembro de 1839, em Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul. Filho de João Pinto do Rêgo Cezar e de D. Ana Fernandes do Rêgo.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1865, defendendo a tese intitulada “Da Asfixia em Geral e da Asfixia em Suspensão em Particular”.

Tornou-se o primeiro cirurgião honorário graças aos serviços prestados a sua nação durante a Guerra do Paraguai (1864-1870).

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1871, apresentando a memória intitulada “A Suspensão Vertical do Braço Considerada como Membro Hemostático e Antiflogístico nas Moléstias da Mão”.

Foi membro de conselhos e comissões examinadoras para magistério superior, sociedades e associações nacionais e internacionais, tais como membro do Lyceo Litterario Portuguez, membro da Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional, e fundador do Instituto dos Bacharéis em Letras.

Atuou como secretário e presidente da Comissão Sanitária da Freguesia de Santana durante o período de 1865 a 1885, e foi o iniciador do método geral de tratamento preventivo e profilático da febre amarela pelo uso do ácido arsênios.

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes “Do strabismo e das operações empregadas para cura-lo”, “Da ammonia considerada farmacológica e therapeuticamente”, “Tratamento aperfeiçoado do cancro do útero” (traduzido pelo Dr. Rêgo Cezar), “Gymnastica medica sueca”, “Parecer sobre as aguas reputadas minerais e medicinaes da Gamboa”.

Recebeu a condecoração de Cavaleiro da Ordem da Rosa e recebeu uma medalha devido aos seus serviços prestados durante a Guerra do Paraguai.

Faleceu em 16 de janeiro de 1935, no Rio de Janeiro.