Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

José Paulo de Azevedo Sodré

Nasceu em 25 de julho de 1901, no Rio de Janeiro (RJ). 

Filho de José Paulo de Azevedo Sodré e D. Isabel Alves Sodré. Era também sobrinho de Antônio Augusto de Azevedo Sodré e genro de Miguel da Silva Pereira, ambos ex-Presidentes da Academia Nacional de Medicina. Graduou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro a 29 de dezembro de 1923, tendo defendido a tese de doutoramento “Sífilis da Bexiga”.

Foi interno dos Professores Pinto Portella, Eduardo Rabello e Jorge de Gouvêa e possuía inúmeros títulos, como: Professor Catedrático e Livre-docente da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro; Livre-docente da Faculdade Fluminense de Medicina e da Faculdade de Medicina da UFRJ. Professor Regente da Cadeira de Urologia da Faculdade de Medicina de Vassouras.

Cirurgião da antiga Assistência Pública Municipal e do Hospital do Corpo de Bombeiros da Guanabara. Chefe do Serviço de Cirurgia do Hospital Souza Aguiar, Chefe do Serviço de Urologia da Escola de Medicina e Cirurgia. Assistente da Fundação Gaffré Guinle, Chefe de Serviço efetivo de Cirurgia do Hospital Souza Aguiar.

Foi membro de várias comissões examinadoras de concursos em São Paulo, na Bahia, no Estado do Rio de Janeiro e Recife.

Foi Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Urologia e Membro efetivo da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Membro Titular da Associação Latino-Americana de Academias Nacionais de Medicina (1968), Membro afim do Colégio Anatômico Brasileiro. Foi laureado com o Prêmio Alvarenga da Academia Nacional de Medicina e foi Oficial da Ordem do Mérito Médico.

Na ocasião de sua posse na Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “Tratamento da Úlcera Péptica Perfurada pela Gastrectomia”.

Faleceu em 31 de janeiro de 1975, em Vassouras (RJ).

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 388

Cadeira: 31 - Antônio Augusto de Azevedo Sodré

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 16/11/1944

Posse: 07/06/1945

Sob a presidência: Antonio Austregésilo Rodrigues Lima

Saudado: Benjamin Vinelli Baptista

Antecessor: Benjamin Vinelli Baptista

Falecimento: 03/01/1975

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 388

Cadeira: 31 - Antônio Augusto de Azevedo Sodré

Membro: Titular

Secção: Cirurgia

Eleição: 16/11/1944

Posse: 07/06/1945

Sob a presidência: Antonio Austregésilo Rodrigues Lima

Saudado: Benjamin Vinelli Baptista

Antecessor: Benjamin Vinelli Baptista

Falecimento: 03/01/1975

Nasceu em 25 de julho de 1901, no Rio de Janeiro (RJ). 

Filho de José Paulo de Azevedo Sodré e D. Isabel Alves Sodré. Era também sobrinho de Antônio Augusto de Azevedo Sodré e genro de Miguel da Silva Pereira, ambos ex-Presidentes da Academia Nacional de Medicina. Graduou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro a 29 de dezembro de 1923, tendo defendido a tese de doutoramento “Sífilis da Bexiga”.

Foi interno dos Professores Pinto Portella, Eduardo Rabello e Jorge de Gouvêa e possuía inúmeros títulos, como: Professor Catedrático e Livre-docente da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro; Livre-docente da Faculdade Fluminense de Medicina e da Faculdade de Medicina da UFRJ. Professor Regente da Cadeira de Urologia da Faculdade de Medicina de Vassouras.

Cirurgião da antiga Assistência Pública Municipal e do Hospital do Corpo de Bombeiros da Guanabara. Chefe do Serviço de Cirurgia do Hospital Souza Aguiar, Chefe do Serviço de Urologia da Escola de Medicina e Cirurgia. Assistente da Fundação Gaffré Guinle, Chefe de Serviço efetivo de Cirurgia do Hospital Souza Aguiar.

Foi membro de várias comissões examinadoras de concursos em São Paulo, na Bahia, no Estado do Rio de Janeiro e Recife.

Foi Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Urologia e Membro efetivo da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Membro Titular da Associação Latino-Americana de Academias Nacionais de Medicina (1968), Membro afim do Colégio Anatômico Brasileiro. Foi laureado com o Prêmio Alvarenga da Academia Nacional de Medicina e foi Oficial da Ordem do Mérito Médico.

Na ocasião de sua posse na Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “Tratamento da Úlcera Péptica Perfurada pela Gastrectomia”.

Faleceu em 31 de janeiro de 1975, em Vassouras (RJ).