Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

José Zepherino de Menezes Brum

Nasceu em 26 de agosto de 1825, na cidade de Vila de São Francisco, no Estado da Bahia.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1847.

Foi chefe da Secção de Estampas da Biblioteca Nacional, médico do Hospital da Misericórdia, situado no Rio de Janeiro, e foi secretário da Secção de Agricultura na Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional. Também atuou como professor e médico do Mosteiro de São Bento.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1875, com a apresentação da memória intitulada “Vacina”. Durante o período em que esteve na instituição exerceu o cargo de Tesoureiro (1883-1884) (1884-1885) (1885-1886) (1886-1887) (1887-1888) (1888-1889).

Foi condecorado como Oficial da Ordem Rosa.

Faleceu em 21 de fevereiro de 1893, em sua cidade natal, na Bahia.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 116

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 24/05/1875

Posse: 24/05/1875

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 21/02/1893

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 116

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 24/05/1875

Posse: 24/05/1875

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 21/02/1893

Nasceu em 26 de agosto de 1825, na cidade de Vila de São Francisco, no Estado da Bahia.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1847.

Foi chefe da Secção de Estampas da Biblioteca Nacional, médico do Hospital da Misericórdia, situado no Rio de Janeiro, e foi secretário da Secção de Agricultura na Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional. Também atuou como professor e médico do Mosteiro de São Bento.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1875, com a apresentação da memória intitulada “Vacina”. Durante o período em que esteve na instituição exerceu o cargo de Tesoureiro (1883-1884) (1884-1885) (1885-1886) (1886-1887) (1887-1888) (1888-1889).

Foi condecorado como Oficial da Ordem Rosa.

Faleceu em 21 de fevereiro de 1893, em sua cidade natal, na Bahia.