Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Julio Rodrigues de Moura

Nasceu em 24 de abril de 1839, na cidade do Rio de Janeiro. Filho de Manoel Rodrigues de Moura.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1861, defendendo a tese intitulada “Fistulas vesico-vaginais”.

Estudioso e exímio escritor, tornou-se colaborador da revista “Gazeta Médica da Bahia” no período de 1867 a 1869, e redator da “Revista Medica do Rio de Janeiro – Jornal de Sciencias Medicas, Cirúrgicas e Naturaes” a partir de 1873.

Após a fundação da Policlínica do Rio de Janeiro, em 1881, atuou no serviço de Patologia Intertropical ao lado do Dr. Francisco Borges de Souza Dantas.

Foi um dos fundadores e redatores da revista “União Médica” no ano de 1881 ao lado ilustres doutores Silva AraújoCarlos Arthur Moncorvo de FigueiredoJosé Cardoso de Moura Brasil, dentre outros.

Seus estudos o levaram a publicar uma série de artigos entre 1881 e 1882 intitulados “Apontamentos para servirem de base ao estudo das estações climatéricas brasileiras mais aconselhadas para o tratamento da tísica pulmonar”. Neste período da história do Brasil, era comum os médicos aconselhavam determinados pontos do país como únicos possuidores de clima adequado para o restabelecimento dos tísicos.

Em 1883, em decorrência da nomeação por concurso do Dr. Belisário Araújo, assumiu a direção administrativa da então Casa de Saúde São Sebastião e do Hospício dos Alienados.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1884, apresentando a memória intitulada “Hipohemia intertropical com ankilostomose duorenal”.

Foi membro de sociedades e associações nacionais, porém cabe destacar que foi membro da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, e, integrou a reforma dos estatutos em 1887.

Faleceu em 12 de julho de 1892, na cidade de Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 132

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 21/04/1884

Posse: 21/04/1884

Sob a presidência: Agostinho José de Souza Lima

Falecimento: 12/07/1892

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 132

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 21/04/1884

Posse: 21/04/1884

Sob a presidência: Agostinho José de Souza Lima

Falecimento: 12/07/1892

Nasceu em 24 de abril de 1839, na cidade do Rio de Janeiro. Filho de Manoel Rodrigues de Moura.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1861, defendendo a tese intitulada “Fistulas vesico-vaginais”.

Estudioso e exímio escritor, tornou-se colaborador da revista “Gazeta Médica da Bahia” no período de 1867 a 1869, e redator da “Revista Medica do Rio de Janeiro – Jornal de Sciencias Medicas, Cirúrgicas e Naturaes” a partir de 1873.

Após a fundação da Policlínica do Rio de Janeiro, em 1881, atuou no serviço de Patologia Intertropical ao lado do Dr. Francisco Borges de Souza Dantas.

Foi um dos fundadores e redatores da revista “União Médica” no ano de 1881 ao lado ilustres doutores Silva AraújoCarlos Arthur Moncorvo de FigueiredoJosé Cardoso de Moura Brasil, dentre outros.

Seus estudos o levaram a publicar uma série de artigos entre 1881 e 1882 intitulados “Apontamentos para servirem de base ao estudo das estações climatéricas brasileiras mais aconselhadas para o tratamento da tísica pulmonar”. Neste período da história do Brasil, era comum os médicos aconselhavam determinados pontos do país como únicos possuidores de clima adequado para o restabelecimento dos tísicos.

Em 1883, em decorrência da nomeação por concurso do Dr. Belisário Araújo, assumiu a direção administrativa da então Casa de Saúde São Sebastião e do Hospício dos Alienados.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1884, apresentando a memória intitulada “Hipohemia intertropical com ankilostomose duorenal”.

Foi membro de sociedades e associações nacionais, porém cabe destacar que foi membro da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, e, integrou a reforma dos estatutos em 1887.

Faleceu em 12 de julho de 1892, na cidade de Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro.