Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Luiz César Póvoa

Nasceu em 22 de maio de 1937, no Rio de Janeiro (RJ).

Filho do também Acadêmico Helion de Menezes Póvoa e Maria Nair Pires Ferreira Póvoa.

Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1960. Especializou-se em Endocrinologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) em 1962. Doutorado em Endocrinologia na UFRJ em 1972, onde ingressou no mesmo ano como Livre-docente. Foi Professor Titular da UFRJ e Professor Emérito da PUC-RJ, onde assumiu o Curso de Pós-Graduação em Endocrinologia, que atualmente é o curso de especialização com maior número de alunos do Brasil.

Atuou como médico do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia, no Rio de Janeiro, onde realizou pesquisa sobre diagnóstico e tratamento de patologias endócrinas e de onde foi Diretor por quinze anos. Também trabalhou como consultor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Presidente da Fundação Francisco Arduíno.

Seu nome batizou prêmio concedido aos melhores trabalhos apresentados no Congresso Brasileiro de Atualização em Endocrinologia e Metabologia de 2012.

Foi um dos grandes especialistas na área de endocrinologia e metabologia, formador de mais de 500 novos especialistas, presidente da Comissão de História da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, entre diversas ações realizadas. Além disso, foi um incentivador da realização de congressos na área de obesidade.

Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões; Presidente da Diretoria Regional da Guanabara da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (biênio 1970-1972); Membro do “The Endocrine Society” (1977); Membro da Sociedade Franco-Brasileira de Medicina (1974); Membro da Sociedade Latino-Americana de Tiroide (1976); Membro da Sociedade Boliviana de Endocrinologia e Nutrição (1977).

Utilizou também sua prodigiosa memória para escrever vários livros, entre os quais se destaca “História da Endocrinologia no Brasil”, importante obra de consulta para conhecer melhor como se desenvolveu a especialidade nos diversos estados brasileiros.

Na ocasião de sua posse como Membro Titular na Academia Nacional de Medicina, apresentou tese intitulada “Síndrome de Disfunção da Secreção de Prolactina”.

Faleceu em 15 de dezembro de 2012.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 531

Cadeira: 06 - Manoel de Valladão Pimentel (Barão de Petrópolis)

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 12/05/1983

Posse: 28/06/1983

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Helion Póvoa Filho

Antecessor: Pedro da Silva Nava

Falecimento: 15/12/2012

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 531

Cadeira: 06 - Manoel de Valladão Pimentel (Barão de Petrópolis)

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 12/05/1983

Posse: 28/06/1983

Sob a presidência: Deolindo Augusto de Nunes Couto

Saudado: Helion Póvoa Filho

Antecessor: Pedro da Silva Nava

Falecimento: 15/12/2012

Nasceu em 22 de maio de 1937, no Rio de Janeiro (RJ).

Filho do também Acadêmico Helion de Menezes Póvoa e Maria Nair Pires Ferreira Póvoa.

Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1960. Especializou-se em Endocrinologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) em 1962. Doutorado em Endocrinologia na UFRJ em 1972, onde ingressou no mesmo ano como Livre-docente. Foi Professor Titular da UFRJ e Professor Emérito da PUC-RJ, onde assumiu o Curso de Pós-Graduação em Endocrinologia, que atualmente é o curso de especialização com maior número de alunos do Brasil.

Atuou como médico do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia, no Rio de Janeiro, onde realizou pesquisa sobre diagnóstico e tratamento de patologias endócrinas e de onde foi Diretor por quinze anos. Também trabalhou como consultor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Presidente da Fundação Francisco Arduíno.

Seu nome batizou prêmio concedido aos melhores trabalhos apresentados no Congresso Brasileiro de Atualização em Endocrinologia e Metabologia de 2012.

Foi um dos grandes especialistas na área de endocrinologia e metabologia, formador de mais de 500 novos especialistas, presidente da Comissão de História da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, entre diversas ações realizadas. Além disso, foi um incentivador da realização de congressos na área de obesidade.

Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões; Presidente da Diretoria Regional da Guanabara da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (biênio 1970-1972); Membro do “The Endocrine Society” (1977); Membro da Sociedade Franco-Brasileira de Medicina (1974); Membro da Sociedade Latino-Americana de Tiroide (1976); Membro da Sociedade Boliviana de Endocrinologia e Nutrição (1977).

Utilizou também sua prodigiosa memória para escrever vários livros, entre os quais se destaca “História da Endocrinologia no Brasil”, importante obra de consulta para conhecer melhor como se desenvolveu a especialidade nos diversos estados brasileiros.

Na ocasião de sua posse como Membro Titular na Academia Nacional de Medicina, apresentou tese intitulada “Síndrome de Disfunção da Secreção de Prolactina”.

Faleceu em 15 de dezembro de 2012.