Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Octávio de Souza

Nasceu em 6 de novembro de 1888, no Rio de Janeiro. Filho de Alfredo Ernesto de Souza e D. Adelaide Nascimento Souza.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1910, apresentando a tese intitulada “Da histerectomia abdominal na terapêutica ginecológica”.

Atuou diversos cargos técnicos, como interno da Santa Casa da Misericórdia, assistente de serviço cirúrgico e ginecológico do Hospital da Gamboa (1911 a 1912); médico interno da Maternidade do Rio de Janeiro (1915, 1916, 1917, 1918); médico do Hospital Pró-Matre (1919);

Seu currículo docente é extenso, mas destacam-se os cargos de extranumerário da Clínica Obstétrica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1913); docente livre de Física Médica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1913); docente livre em Clinica Obstétrica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1914), tendo exercido a regência do Curso das Parteiras, durante o impedimento do professor Acad. Fernando Magalhaes; professor catedrático da Escola Militar (Cadeira de Higiene de 1916 a 1930); catedrático de Clinica obstétrica da Faculdade Fluminense de Medicina (1929); professor catedrático da Escola de Intendência do Exército (Cadeira de Higiene de 1931 a 1946).

Eleito Membro Titular na Academia Nacional de Medicina, em 1919, com a memória intitulada “Estudo clinico da distócia anular”. Durante o período em que esteve na instituição exerceu o cargo de presidente da Secção de Cirurgia especializada no período de 1943 a 1944. Tornou-se Membro Emérito em 1945.

Foi membro de sociedades, conselhos e academias nacionais e internacionais, tais como, membro honorário da Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia de Buenos Aires e membro honorário da Associação Mexicana de Ginecologia e Obstetrícia.

Faleceu em 8 de outubro de 1976, no Rio de Janeiro.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 287

Cadeira: 61 - Luiz da Cunha Feijó (Visconde de Santa Isabel)

Membro: Emérito

Secção: Cirurgia

Eleição: 13/11/1919

Posse: 27/11/1919

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Fernando Augusto Ribeiro de Magalhães

Emerência: 23/08/1945

Antecessor: José Cardoso de Moura Brasil

Falecimento: 08/10/1976

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 287

Cadeira: 61 - Luiz da Cunha Feijó (Visconde de Santa Isabel)

Membro: Emérito

Secção: Cirurgia

Eleição: 13/11/1919

Posse: 27/11/1919

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Fernando Augusto Ribeiro de Magalhães

Emerência: 23/08/1945

Antecessor: José Cardoso de Moura Brasil

Falecimento: 08/10/1976

Nasceu em 6 de novembro de 1888, no Rio de Janeiro. Filho de Alfredo Ernesto de Souza e D. Adelaide Nascimento Souza.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1910, apresentando a tese intitulada “Da histerectomia abdominal na terapêutica ginecológica”.

Atuou diversos cargos técnicos, como interno da Santa Casa da Misericórdia, assistente de serviço cirúrgico e ginecológico do Hospital da Gamboa (1911 a 1912); médico interno da Maternidade do Rio de Janeiro (1915, 1916, 1917, 1918); médico do Hospital Pró-Matre (1919);

Seu currículo docente é extenso, mas destacam-se os cargos de extranumerário da Clínica Obstétrica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1913); docente livre de Física Médica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1913); docente livre em Clinica Obstétrica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1914), tendo exercido a regência do Curso das Parteiras, durante o impedimento do professor Acad. Fernando Magalhaes; professor catedrático da Escola Militar (Cadeira de Higiene de 1916 a 1930); catedrático de Clinica obstétrica da Faculdade Fluminense de Medicina (1929); professor catedrático da Escola de Intendência do Exército (Cadeira de Higiene de 1931 a 1946).

Eleito Membro Titular na Academia Nacional de Medicina, em 1919, com a memória intitulada “Estudo clinico da distócia anular”. Durante o período em que esteve na instituição exerceu o cargo de presidente da Secção de Cirurgia especializada no período de 1943 a 1944. Tornou-se Membro Emérito em 1945.

Foi membro de sociedades, conselhos e academias nacionais e internacionais, tais como, membro honorário da Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia de Buenos Aires e membro honorário da Associação Mexicana de Ginecologia e Obstetrícia.

Faleceu em 8 de outubro de 1976, no Rio de Janeiro.