Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EnglishPortuguêsEspañol

José Olympio Soares Ribeiro

Nasceu em 26 de junho de 1833, no Rio de Janeiro. Filho de João Antônio Soares Ribeiro.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1855, defendendo a tese intitulada “As causas dos tubérculos pulmonares no Rio de Janeiro, suas variedades e seu tratamento. Da febre de leite. Da infecção e do contagio. Da respiração vegeral”.

Durante as epidemias de febre amarela e de cólera, na capital do Império, prestou auxílio nos serviços dos hospitais e nas comissões sanitárias que procuravam socorrer as vítimas.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1865, apresentando a memória intitulada “Estudos sobre a fisiologia e patologia da protuberância anular”. Sua cerimônia de posse aconteceu no mesmo dia da eleição sob a presidência do Acad. José Pereira Rego (Barão do Lavradio).

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes destacam-se “Memoria sobre a via de transmissão das impressões sensitivas na medula espinhal” (1864) e “Estudo sobre a physiologia e pathologia da protuberância anular” (1866).

Faleceu em 29 de março de 1873, ainda jovem aos 39 anos.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 101

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 08/05/1865

Posse: 08/05/1865

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Saudado: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 29/03/1873

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 101

Cadeira: -

Membro: Titular

Secção:

Eleição: 08/05/1865

Posse: 08/05/1865

Sob a presidência: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Saudado: José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Falecimento: 29/03/1873

Nasceu em 26 de junho de 1833, no Rio de Janeiro. Filho de João Antônio Soares Ribeiro.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1855, defendendo a tese intitulada “As causas dos tubérculos pulmonares no Rio de Janeiro, suas variedades e seu tratamento. Da febre de leite. Da infecção e do contagio. Da respiração vegeral”.

Durante as epidemias de febre amarela e de cólera, na capital do Império, prestou auxílio nos serviços dos hospitais e nas comissões sanitárias que procuravam socorrer as vítimas.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1865, apresentando a memória intitulada “Estudos sobre a fisiologia e patologia da protuberância anular”. Sua cerimônia de posse aconteceu no mesmo dia da eleição sob a presidência do Acad. José Pereira Rego (Barão do Lavradio).

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes destacam-se “Memoria sobre a via de transmissão das impressões sensitivas na medula espinhal” (1864) e “Estudo sobre a physiologia e pathologia da protuberância anular” (1866).

Faleceu em 29 de março de 1873, ainda jovem aos 39 anos.

Para melhorar sua experiência de navegação, utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.