Transmissão ao vivo
EnglishPortuguêsEspañol

Murillo de Souza Campos

Nasceu em 18 de dezembro de 1887, em Amparo no Estado de São Paulo. Filho de João de Souza Campos e de Olímpia de Souza Campos.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1908, defendendo a tese intitulada “Dores torácicas”.

Após formar-se serviu ao seu país como médico do Serviço de Saúde do Exército de 1909 a 1932 e depois como médico da Comissão de Linhas Telegráficas de Mato-Grosso ao Amazonas de 1910 a 1912.

Tornou-se encarregado da Secção Militar de Observação do Hospital Central do Exército e Hospital Nacional de Psicopatas de 1922 a 1932. Foi docente livre de Clínica Psiquiátrica da Faculdade Nacional de Medicina e fundador, com Dr. Bento Ribeiro de Castro, do Sanatório N.S. Aparecida destinado a doentes mentais no Rio de Janeiro em 1930.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1931, apresentando a memória intitulada “O problema constitucional da epilepsia”. Em 1957 transferiu-se para a Classe dos Membros Eméritos.

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes “Notas do interior do Brasil (Noroeste de Mato-Grosso)” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Do Rio de Janeiro a Cuiabá, via Goiás)” (1913), “Arquivos Brasileiros de Medicina” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Vale do Juruena-Tapajós)”; “O grupo de Esquizofrenias ou Demência Precoce (1929); “Elementos de Higiene Militar” (1929); “As Constituições em Psiquiatria” (1927); “A Epilepsia e sua significação constitucional” (1934); “Introdução a Psiquiatria Objetiva” (1960); “O índio no Brasil e o problema de seu ajustamento à comunidade nacional” (1962).

Faleceu em 1º de outubro de 1968.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 340

Cadeira: 07 - José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Membro: Emérito

Secção: Medicina

Eleição: 27/08/1931

Posse: 19/11/1931

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Juliano Moreira

Emerência: 05/12/1957

Antecessor: Raymundo Américo de Souza Teixeira Mendes

Falecimento: 01/10/1968

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 340

Cadeira: 07 - José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Membro: Emérito

Secção: Medicina

Eleição: 27/08/1931

Posse: 19/11/1931

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Juliano Moreira

Emerência: 05/12/1957

Antecessor: Raymundo Américo de Souza Teixeira Mendes

Falecimento: 01/10/1968

Nasceu em 18 de dezembro de 1887, em Amparo no Estado de São Paulo. Filho de João de Souza Campos e de Olímpia de Souza Campos.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1908, defendendo a tese intitulada “Dores torácicas”.

Após formar-se serviu ao seu país como médico do Serviço de Saúde do Exército de 1909 a 1932 e depois como médico da Comissão de Linhas Telegráficas de Mato-Grosso ao Amazonas de 1910 a 1912.

Tornou-se encarregado da Secção Militar de Observação do Hospital Central do Exército e Hospital Nacional de Psicopatas de 1922 a 1932. Foi docente livre de Clínica Psiquiátrica da Faculdade Nacional de Medicina e fundador, com Dr. Bento Ribeiro de Castro, do Sanatório N.S. Aparecida destinado a doentes mentais no Rio de Janeiro em 1930.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1931, apresentando a memória intitulada “O problema constitucional da epilepsia”. Em 1957 transferiu-se para a Classe dos Membros Eméritos.

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes “Notas do interior do Brasil (Noroeste de Mato-Grosso)” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Do Rio de Janeiro a Cuiabá, via Goiás)” (1913), “Arquivos Brasileiros de Medicina” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Vale do Juruena-Tapajós)”; “O grupo de Esquizofrenias ou Demência Precoce (1929); “Elementos de Higiene Militar” (1929); “As Constituições em Psiquiatria” (1927); “A Epilepsia e sua significação constitucional” (1934); “Introdução a Psiquiatria Objetiva” (1960); “O índio no Brasil e o problema de seu ajustamento à comunidade nacional” (1962).

Faleceu em 1º de outubro de 1968.

Para melhorar sua experiência de navegação, utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.