Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Álvaro Lourenço Jorge

Nascido a 07 de novembro de 1899, em Viçosa (MG). Filho de Manoel Lourenço Jorge Júnior e D. Joana Lourenço Jorge. Graduou-se em Medicina em 1922 pela Faculdade Nacional de Medicina.

Professor de Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas do Rio de Janeiro, Álvaro Lourenço Jorge foi também um cultor das belas letras e do bom estilo.

No Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro, exerceu intensa atividade clínica, como um de seus mais conceituados cardiologistas.

Ao ingressar, com numerosos títulos, na Academia Nacional de Medicina, assinalou que no Hospital Miguel Couto sempre procurou se inspirar na vida exemplar do grande clínico brasileiro. Foi recebido por Aloysio de Castro, que tão bem soube celebrar-lhe o júbilo de seus merecidos triunfos.

Em seus trabalhos clínicos, foi sempre extremamente minucioso e sutil. Está nesse caso seu magistral estudo acerca do “Enfarte do Miocárdio”.

Dirigiu por muitos anos a Clínica Médica do Hospital do Pronto Socorro, apoiando sua ação terapêutica nos firmes princípios do bom senso clínico.

Faleceu Lourenço Jorge a 22 de janeiro de 1954, no Hospital Miguel Couto, vitimado por um enfarte do miocárdio.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 379

Cadeira: 18 - Garfield Augusto Perry de Almeida

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 26/11/1942

Posse: 10/06/1943

Sob a presidência: Joaquim Moreira da Fonseca

Saudado: Aloysio de Castro

Antecessor: Garfield Augusto Perry de Almeida

Falecimento: 22/01/1954

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 379

Cadeira: 18 - Garfield Augusto Perry de Almeida

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 26/11/1942

Posse: 10/06/1943

Sob a presidência: Joaquim Moreira da Fonseca

Saudado: Aloysio de Castro

Antecessor: Garfield Augusto Perry de Almeida

Falecimento: 22/01/1954

Nascido a 07 de novembro de 1899, em Viçosa (MG). Filho de Manoel Lourenço Jorge Júnior e D. Joana Lourenço Jorge. Graduou-se em Medicina em 1922 pela Faculdade Nacional de Medicina.

Professor de Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas do Rio de Janeiro, Álvaro Lourenço Jorge foi também um cultor das belas letras e do bom estilo.

No Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro, exerceu intensa atividade clínica, como um de seus mais conceituados cardiologistas.

Ao ingressar, com numerosos títulos, na Academia Nacional de Medicina, assinalou que no Hospital Miguel Couto sempre procurou se inspirar na vida exemplar do grande clínico brasileiro. Foi recebido por Aloysio de Castro, que tão bem soube celebrar-lhe o júbilo de seus merecidos triunfos.

Em seus trabalhos clínicos, foi sempre extremamente minucioso e sutil. Está nesse caso seu magistral estudo acerca do “Enfarte do Miocárdio”.

Dirigiu por muitos anos a Clínica Médica do Hospital do Pronto Socorro, apoiando sua ação terapêutica nos firmes princípios do bom senso clínico.

Faleceu Lourenço Jorge a 22 de janeiro de 1954, no Hospital Miguel Couto, vitimado por um enfarte do miocárdio.