Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Augusto Cezar de Freitas

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Filho de Francisco Gomes de Freitas e de D. Emilia Augusta da Fonseca Freitas.

Durante sua graduação, foi interno da 1º cadeira de clínica médica e doutorou-se em Medicina na Faculdade de Medicina e Farmácia do Rio de Janeiro defendendo a tese intitulada “O Tratamento das Neurites pela Electroterapia” em 1897.

Foi interno do Estabelecimento Hydro e Electrotheraíco dos Drs. Avellar Andrade e Werneck Machado, entre os anos de 1892 a 1896. Também exerceu o cargo de Inspetor Sanitário da Diretoria Geral de Saúde Pública de 1905 a 1923.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1900, apresentou a memória intitulada “Da Hidroterapia no Tratamento da Histeria”. Sua cerimônia de posse ocorreu no mesmo ano de sua eleição, sob a presidência do Acad. Agostinho José de Souza Lima. Em 1927, transferiu-se para a classe dos Membros Honorários. 

Fez parte da Comissão de Medicina do Grêmio dos Internos dos Hospitaes como sócio efetivo, sócio honorário e membro. 

Faleceu em 22 de dezembro de 1930.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 204

Cadeira: 07 - José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 25/10/1900

Posse: 08/11/1900

Sob a presidência: Agostinho José de Souza Lima

Saudado: Theóphilo de Almeida Torres

Falecimento: 22/12/1930

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 204

Cadeira: 07 - José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 25/10/1900

Posse: 08/11/1900

Sob a presidência: Agostinho José de Souza Lima

Saudado: Theóphilo de Almeida Torres

Falecimento: 22/12/1930

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Filho de Francisco Gomes de Freitas e de D. Emilia Augusta da Fonseca Freitas.

Durante sua graduação, foi interno da 1º cadeira de clínica médica e doutorou-se em Medicina na Faculdade de Medicina e Farmácia do Rio de Janeiro defendendo a tese intitulada “O Tratamento das Neurites pela Electroterapia” em 1897.

Foi interno do Estabelecimento Hydro e Electrotheraíco dos Drs. Avellar Andrade e Werneck Machado, entre os anos de 1892 a 1896. Também exerceu o cargo de Inspetor Sanitário da Diretoria Geral de Saúde Pública de 1905 a 1923.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1900, apresentou a memória intitulada “Da Hidroterapia no Tratamento da Histeria”. Sua cerimônia de posse ocorreu no mesmo ano de sua eleição, sob a presidência do Acad. Agostinho José de Souza Lima. Em 1927, transferiu-se para a classe dos Membros Honorários. 

Fez parte da Comissão de Medicina do Grêmio dos Internos dos Hospitaes como sócio efetivo, sócio honorário e membro. 

Faleceu em 22 de dezembro de 1930.