Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Cândido Firmino de Mello Leitão

Nasceu em 17 de julho de 1885, em Campina Grande, no Estado da Paraíba. Filho de Cândido Firmino de Mello Leitão e de D. Jocunda de Melo Leitão.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1908, defendendo a tese intitulada “Da poliesteatose visceral”. Foi interno do Hospital São Sebastião e Livre Docente da faculdade onde se formou.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1929 e foi também Membro e Presidente da Academia Brasileira de Ciências.

Atuou como lente catedrático da disciplina de Biologia Geral do Curso de Agrônomo Biologista e Zoologia Aplicada do Curso de Biologia da Escola Nacional de Agricultura.

Por algum tempo, o Dr. Mello Leitão dedicou-se à pediatria, colaborando muito com o compêndio de Pediatria do Acad. Fernandes Figueira, escrevendo nele um capítulo importante sobre cardiopatias congênitas. Adiante ficou conhecido como um eminente zoólogo do país. Além disso, foi inspetor sanitário concursado da Diretoria de Saúde Pública.

Exerceu também o cargo de médico no Hospital Loyd Brasileiro, na Ordem Terceira de São Francisco da Penitência e na Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro – onde foi Diretor da Policlínica de Crianças José Carlos Rodrigues até sua morte.

Faleceu em 14 de dezembro de 1948.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 333

Cadeira: 14 - Francisco de Castro

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 13/06/1929

Posse: 14/11/1929

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Antecessor: Antônio Augusto de Azevedo Sodré

Falecimento: 14/12/1948

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 333

Cadeira: 14 - Francisco de Castro

Membro: Titular

Secção: Medicina

Eleição: 13/06/1929

Posse: 14/11/1929

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Antecessor: Antônio Augusto de Azevedo Sodré

Falecimento: 14/12/1948

Nasceu em 17 de julho de 1885, em Campina Grande, no Estado da Paraíba. Filho de Cândido Firmino de Mello Leitão e de D. Jocunda de Melo Leitão.

Doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1908, defendendo a tese intitulada “Da poliesteatose visceral”. Foi interno do Hospital São Sebastião e Livre Docente da faculdade onde se formou.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1929 e foi também Membro e Presidente da Academia Brasileira de Ciências.

Atuou como lente catedrático da disciplina de Biologia Geral do Curso de Agrônomo Biologista e Zoologia Aplicada do Curso de Biologia da Escola Nacional de Agricultura.

Por algum tempo, o Dr. Mello Leitão dedicou-se à pediatria, colaborando muito com o compêndio de Pediatria do Acad. Fernandes Figueira, escrevendo nele um capítulo importante sobre cardiopatias congênitas. Adiante ficou conhecido como um eminente zoólogo do país. Além disso, foi inspetor sanitário concursado da Diretoria de Saúde Pública.

Exerceu também o cargo de médico no Hospital Loyd Brasileiro, na Ordem Terceira de São Francisco da Penitência e na Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro – onde foi Diretor da Policlínica de Crianças José Carlos Rodrigues até sua morte.

Faleceu em 14 de dezembro de 1948.