Área do acadêmico Transmissão ao vivo
EN PT ES

Murillo de Souza Campos

Nasceu em 18 de dezembro de 1887, em Amparo no Estado de São Paulo. Filho de João de Souza Campos e de Olímpia de Souza Campos.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1908, defendendo a tese intitulada “Dores torácicas”.

Após formar-se serviu ao seu país como médico do Serviço de Saúde do Exército de 1909 a 1932 e depois como médico da Comissão de Linhas Telegráficas de Mato-Grosso ao Amazonas de 1910 a 1912.

Tornou-se encarregado da Secção Militar de Observação do Hospital Central do Exército e Hospital Nacional de Psicopatas de 1922 a 1932. Foi docente livre de Clínica Psiquiátrica da Faculdade Nacional de Medicina e fundador, com Dr. Bento Ribeiro de Castro, do Sanatório N.S. Aparecida destinado a doentes mentais no Rio de Janeiro em 1930.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1931, apresentando a memória intitulada “O problema constitucional da epilepsia”. Em 1957 transferiu-se para a Classe dos Membros Eméritos.

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes “Notas do interior do Brasil (Noroeste de Mato-Grosso)” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Do Rio de Janeiro a Cuiabá, via Goiás)” (1913), “Arquivos Brasileiros de Medicina” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Vale do Juruena-Tapajós)”; “O grupo de Esquizofrenias ou Demência Precoce (1929); “Elementos de Higiene Militar” (1929); “As Constituições em Psiquiatria” (1927); “A Epilepsia e sua significação constitucional” (1934); “Introdução a Psiquiatria Objetiva” (1960); “O índio no Brasil e o problema de seu ajustamento à comunidade nacional” (1962).

Faleceu em 1º de outubro de 1968.

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 340

Cadeira: 07 - José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Membro: Emérito

Secção: Medicina

Eleição: 27/08/1931

Posse: 19/11/1931

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Juliano Moreira

Emerência: 05/12/1957

Antecessor: Raymundo Américo de Souza Teixeira Mendes

Falecimento: 01/10/1968

Informações do Acadêmico

Número acadêmico: 340

Cadeira: 07 - José Pereira Rego (Barão do Lavradio)

Membro: Emérito

Secção: Medicina

Eleição: 27/08/1931

Posse: 19/11/1931

Sob a presidência: Miguel de Oliveira Couto

Saudado: Juliano Moreira

Emerência: 05/12/1957

Antecessor: Raymundo Américo de Souza Teixeira Mendes

Falecimento: 01/10/1968

Nasceu em 18 de dezembro de 1887, em Amparo no Estado de São Paulo. Filho de João de Souza Campos e de Olímpia de Souza Campos.

Doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1908, defendendo a tese intitulada “Dores torácicas”.

Após formar-se serviu ao seu país como médico do Serviço de Saúde do Exército de 1909 a 1932 e depois como médico da Comissão de Linhas Telegráficas de Mato-Grosso ao Amazonas de 1910 a 1912.

Tornou-se encarregado da Secção Militar de Observação do Hospital Central do Exército e Hospital Nacional de Psicopatas de 1922 a 1932. Foi docente livre de Clínica Psiquiátrica da Faculdade Nacional de Medicina e fundador, com Dr. Bento Ribeiro de Castro, do Sanatório N.S. Aparecida destinado a doentes mentais no Rio de Janeiro em 1930.

Eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina em 1931, apresentando a memória intitulada “O problema constitucional da epilepsia”. Em 1957 transferiu-se para a Classe dos Membros Eméritos.

Publicou vários trabalhos de sua especialidade, dentre estes “Notas do interior do Brasil (Noroeste de Mato-Grosso)” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Do Rio de Janeiro a Cuiabá, via Goiás)” (1913), “Arquivos Brasileiros de Medicina” (1913); “Notas do Interior do Brasil (Vale do Juruena-Tapajós)”; “O grupo de Esquizofrenias ou Demência Precoce (1929); “Elementos de Higiene Militar” (1929); “As Constituições em Psiquiatria” (1927); “A Epilepsia e sua significação constitucional” (1934); “Introdução a Psiquiatria Objetiva” (1960); “O índio no Brasil e o problema de seu ajustamento à comunidade nacional” (1962).

Faleceu em 1º de outubro de 1968.